7 de setembro de 2017 • 1:45 pm

Cidadania » EVENTOS

Desfile da Independência reúne 20 mil pessoas na praia da avenida

No encerramento do desfile os movimentos sociais realizaram o “Grito dos Excluídos”

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Cerca de 20 mil pessoas, segundo dados do governo do Estado, estiveram nesta manhã de quinta-feira, 7 de setembro, na praia da Avenida, em Maceió, para acompanhar o desfile militar do dia da Independência do Brasil.

O desfile foi aberto pelo Grupamento Aéreo da Secretaria de Segurança Pública. Helicópteros realizaram manobras sob um céu nublado e de uma das aeronaves, desceram em rapel dois militares carregando as bandeiras de Alagoas e do Brasil. A Parada teve continuidade com o desfile das forças federais, estaduais, órgãos governamentais e instituições civis.

Desfile de 7 de setembro

O governador Renan Filho assistiu a apresentação das forças policiais do Estado, durante o desfile cívico-militar e declarou que o evento simboliza o novo momento vivido pela Segurança Pública de Alagoas.

“O Estado tem que verdadeiramente unificar esforços no sentido de garantir mais segurança para as pessoas. É isso o que temos feito desde que assumimos, promovendo a integração entre as polícias Civil e Militar, implantando Centros Integrados de Segurança Pública; já temos oito funcionando e até o final do ano serão 20. Hoje, desfilam aqui a Força Tarefa, os novos helicópteros, as novas viaturas, representando o novo momento da Segurança Pública de Alagoas. Enquanto em muitos lugares do Brasil a violência explode, aqui em Alagoas a Segurança chega mais perto do cidadão, tanto na capital, como no interior do Estado com as novas políticas públicas promovidas pelo Governo”, declarou Renan Filho, logo após abrir a solenidade.

Prestigiaram o evento o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargador Otávio Praxedes; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Juliano Lessa; o vice-presidente da Assembleia Legislativa, Francisco Tenório; o capitão dos Portos de Alagoas, Mário Márcio Cardoso; o comandante do 59° Batalhão de Infantaria Motorizado, Nilton Rodrigues; o comandante da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio; do Corpo de Bombeiros, Adriano Amaral, secretários estaduais, dentre outras autoridades.

Exluídos – O desfile foi encerrado com o Grito dos Excluídos, que reuniu movimentos sociais e povos indígenas. O governador desceu do platô, onde assistia ao evento, e saudou as lideranças dos movimentos sociais na avenida.

Deixe o seu comentário