7 de maio de 2015 • 2:30 pm

Blogs » Pequeno Polegar

A agonia de Considerado, a corrupção e aquele prefeito

Gente meu amigo Considerado hoje está insuportável. Uma chatice só.  E quem o conhece é melhor nem chegar perto dele. Disse que se pudesse mudaria logo para Pasárgada, talvez lá…

Por: Pequeno Polegar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Gente meu amigo Considerado hoje está insuportável. Uma chatice só.  E quem o conhece é melhor nem chegar perto dele. Disse que se pudesse mudaria logo para Pasárgada, talvez lá encontrasse um rei decente e uma princesa que ninguém é de ferro.

O cara fez uma descoberta que o deixou estranho. Sabe aquela coisa de querer entender a alma humana? Assim diante da tamanha aflição dele insisti que contasse para saber se podia ajudar em alguma coisa. Demorou pra contar o caso inusitado, mas o fez de forma agoniada e revoltado.

– Conte-me o que houve amigo, quem sabe não posso ajudar?

– É melhor nem lhe contar. Agora tudo que você ouve quer mandar pra esse tal de é assim.

– Conte logo deixe marmota.

– Você não lembra daquelas manifestações na praia de Maceió pedindo o impeachment da Presidente Dilma?

– Lembro sim. O que tem?

– Sabe quem estava lá no meio se manifestando contra a corrupção?

– Não Considerado, diga logo de uma vez.

– O prefeito de Viçosa!

– Quem?

– O prefeito que foi afastado do cargo agora por corrupção com mais de R$ 150 mil só de diárias.

– Deixa de onda…

– Bem que eu não queria lhe contar. Mas estava ele e os parentes tucanos todinhos.

– Meu Deus Considerado, você não tem mais jeito não.

– E você quer dizer que política é assim? É assim? Então é assim.

Depois disso mostrou “matou a cobra e mostrou o pau”. Veja aí:

O prefeito 'contra' a corrupção.

O prefeito ‘contra’ a corrupção.

 

Deixe o seu comentário