3 de julho de 2017 • 11:35 am

Bleine Oliveira » Blogs

A cobrança de Rui ao impopular Michel Temer

Está certíssimo o prefeito de Maceió, Rui Soares Palmeira, ao criticar o presidente Michel Temer, cobrando a ajuda que prometeu para as cidades nordestinas atingidas pelas chuvas. “O presidente veio…

Por: Bleine Oliveira
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Rui acompanhou Temer em Maceió, junto com o governador Renan Filho

Está certíssimo o prefeito de Maceió, Rui Soares Palmeira, ao criticar o presidente Michel Temer, cobrando a ajuda que prometeu para as cidades nordestinas atingidas pelas chuvas. “O presidente veio a Maceió, fez promessa e até agora nada aconteceu!” – reclama ele, revelando que apenas com recursos próprios a Prefeitura não tem condições de reparar os estragos. Rui inclusive decidiu ir cobrar essa ajuda humanitária, que é devida aos alagoanos, em Brasília.

Mais uma pra conta do impopular Michel Temer, denunciado por corrupção.

“Vão ser liberados recursos. Para isso estamos aqui e, com o decreto de emergência já estabelecido (pelo Estado), podemos fazer isso. Os valores não temos ainda. Precisamos verificar quais os danos e o que é preciso fazer”, afirmou o impopular presidente, no final da tarde do dia 28 de maio, em reunião com autoridades alagoanos, no quartel do 59º Batalhão de Infantaria Motorizada (59º BIMtz).

Passados mais de 30 dias, nada…

Nenhum centavo chegou ao Estado!

Tudo bem que a contabilidade foi manipulada, quando se falou em 37 mil desabrigados!

Porém, independentemente da ‘traquinagem’ de alguns, cerca de 2 mil alagoanos, em cidades como Atalaia, Jacuípe, União dos Palmares, Marechal Deodoro e Murici, foram afetados pelas chuvas.

Aqui houve inundações e mortes: pessoas morreram soterradas e milhares precisaram deixar suas casas.

Assim, vale ressaltar a cobrança do prefeito Rui Soares Palmeira que, aliás, deveria ser mais dura!

“Eu chamava logo de cabra mintiroso” – reage Dilma, a faxineira aqui de casa.

Mulher, tenha calma!

Deixe o seu comentário