13 de Abril de 2015 • 8:29 am

Blogs » Marcelo Firmino

A manifestação nas ruas: do civismo ao modismo

A onda de protestos contra o governo parece está se dizimando. Em algumas capitais o movimento fracassou de tal maneira que os carros de som contratados não saíram. Manaus, por…

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

11128074_10152756474820978_1054106828286207376_nA onda de protestos contra o governo parece está se dizimando. Em algumas capitais o movimento fracassou de tal maneira que os carros de som contratados não saíram. Manaus, por exemplo, aparaceram apenas 15 pessoas para a manifestação.

Em São Paulo, em plena avenida Paulista, jovens loiras que parecem ter terceirizado as vestimentas, para atrair mais gente à manifestação não conseguiram repetir o sucesso do primeiro protesto feito em março.

Enfim o que está mesmo acontecendo?

É saudável quando a sociedade se levanta e manifesta sua contrariedade com os rumos de um governo ou de um governante. Mas essa prática no Brasil nunca partiu das elites com interesses contrariados, mas sim do povo mais politizado.

O resultado de uma eleição que dividiu o País foi o que motivou as manifestações de então. No entanto, o caráter do civismo que deveria acompanhar os manifestantes, como manda a regra desses protestos, cedeu lugar ao modismo.

E se for nessa levada o que virá na próxima convocação?

Não custa aguardar pra se saber o que será.

Deixe o seu comentário