5 de Abril de 2017 • 9:07 pm

Bleine Oliveira » Blogs

A Sexta-feira Santa, os ricos, os pobres e os peixes

Até os ricos estão reclamando dos preços abusivos dos pescados. E nem vamos falar nos vinhos!

Por: Bleine Oliveira
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Imagens: internet

Até os ricos sentirão a diferença de preços dos pescados, nesta Semana Santa. Afinal, mesmo com boa situação financeira, quem aguenta 76,89% de aumento no preço do camarão?

Do mesmo modo, o salmão, que aumentou 61,30% às vésperas da Sexta-Feira Santa!

Também subiram de preços espécies como arabaiana, cavala e dourado, que estão na lista preferencial de quem, mesmo com tamanho reajuste, está com o almoço assegurado.

O bacalhau, destaque nas casas mais ricas, teve alta de 11,77% a 13,55%.

Sendo assim, as pesquisas de preços dos pescados deveriam ser mais amplas nos produtos “permitidos” aos assalariados.

A quanto está a cioba, corvina, albacora, tilápia, merluza e outras espécies mais baratas?

Sem esquecer a sardinha, a campeã na mesa do pobre!

Essa também teve o preço reajustado. Mas foi bem pouquinho: 1,45%, abaixo da inflação do ano passado.

Afinal, o povão também quer manter a tradição cristã!

E por favor, incluir na pesquisa os preços do Sangue de Boi, Dom Bosco, Carreteiro e outras marcas que já bebi, e não lembro mais!

Punossasinhora!

Deixe o seu comentário