6 de outubro de 2015 • 5:24 am

Blogs » Pequeno Polegar

A vingança de Collor contra Galba Novaes, segundo o Considerado

Euclides, primo do senador, teria chorado de raiva de uma rasteira que levou

Por: Pequeno Polegar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

E o Considerado aparece com o seu velho e costumeiro ar de provocação. Anda em volta da mesa, mãos nos bolsos, mas logo quebra o silêncio.

-Você viu? – Viu?

– Não vi e nem sei do que falas Considerado.

O sujeito esboça aquele sorriso monalístico e se mantém misterioso, certo de que estava causando o efeito desejado em todos que estavam por perto e ouviam sua voz de taboca rachada.

Numa situação como essa por mais que ele queira contar o que sabe, tirar dele a informação não é difícil, mas só o faz quem realmente merece a confiança. Julgo então que devo insistir para descobrir esse novo “enigma” desse peru de redação.

-Amigo conte-me logo o que você viu e sabe, por que estamos mortos de curiosidade.

-Ah, eu sabia vocês adoram uma fofoca.

-Fofoca, não. Gostamos da boa informação e se você a tem compartilhe conosco.

Novamente se faz de importante. O ego se eleva e ele então já todo sorriso começa a falar da vingança preliminar de um político alagoano contra outro, que um dia se jurararm amigos como fazem todos.

-Mas, quem é esse vingador que tus falas Considerado?

-Pense comigo e reflita sobre a situação.

-Sim, pode falar.

-Veja um belo dia o Euclides Mello era dono de um partido, o PRB.

-E daí?

-Ele andava com ex-vereador e hoje deputado estadual Galba Novaes para cima e para baixo. Eram unha e carne os dois.

-Estou entendendo.

-E o que aconteceu?

-Conte-me você.

-Galbinha deu uma de João sem braço foi ao presidente nacional do partido, Marcelo Crivella, e tomou a legenda do Euclides.

-É verdade, lembro disso.

-Euclides chorou de raiva com a rasteira que levou e logo repetiu aquela frase: “Deixe está que na política só não vi ainda o boi voar”.

-Você quer dizer então que o Euclides…

-O Euclides não. O Collor. Elle mesmo. Foi à forra e vingou o primo, deixando o Galba de cara lisa no Planalto da Fraternidade.

-Eita… Você também…

-Também nada. Collor, vingativo como é, tomou o PRB de volta e entregou o partido a familia Beltrão.

-Isso é fato.

-Pois é. Será que o Galba vai agora tomar o partido dos Beltrão?

-Menino deixa isso quieto. Ou melhor, saia dessa Considerado!

Galba: rasteira

Galba: rasteira

Deixe o seu comentário