26 de janeiro de 2016 • 9:14 am

Blogs » Fátima Almeida

Agenda positiva. Em ano par, tudo rima com eleição

Inaugurações, ordens de serviço e ações diversas acelaram o ritmo dos gestores rumo a outubro próximo

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

INAUGURAÇÃO

O ritmo do prefeito Rui Palmeira acelerou bastante nos últimos meses. Agenda lotada, diariamente, gerando impacto positivo. Uma ação aqui, uma ordem de serviço ali, uma inauguração acolá…

O pé está firme no acelerador. Até porque, em ano eleitoral, o tempo voa. E a linha de chegada fica bem ali…

É só outubro chegar.

 

EM AÇÃO

Aliás, na agenda positiva do prefeito de Maceió tem tido sempre espaço garantido para três fieis auxiliares: o secretário municipal de Proteção ao Meio Ambiente, Davi Maia, e os superintendentes de Transportes e Trânsito (SMTT), Tácio Melo, e de Iluminação (SIMA) Ib Breda.

Pode ser uma conferência sobre a última galáxia; eles estão sempre inseridos na programação e a palavra é deles.

Algum palpite?

 

REINSERÇÃO

A propósito, daqui a pouco (às 9h desta terça-feira, 26), o prefeito Rui assina, em seu gabinete, o termo de cooperação técnica com a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) para viabilizar o programa “Agente Ambiental: Um Novo Olhar, Um Novo Caminho”.

Trata-se de um programa de reinserção social voltado para dependentes químicos em tratamento. Por meio dele, os assistidos passam a ocupar parte do seu tempo desenvolvendo tarefas no Parque Municipal e em outros espaços públicos.

Com a palavra…

 

PAM SALGADINHO

Também nesta terça, às 10h, o secretário municipal de Saúde, José Thomaz Nonô, concede entrevista coletiva em seu gabinete, na sede da Secretaria, na Rua Dias Cabral, no Centro. Bem ao seu estilo, vai abrir o verbo sobre a situação do PAM Salgadinho e a recomendação de “interdição ética”, feita pelo Conselho Regional de Medicina (Cremal).

Em entrevista à TV Gazeta, hoje pela manhã, Nonô já deu o tom. Disse que todos os servidores do PAM serão distribuídos nas 68 unidades de saúde do município, o que confirma o fechamento da maior unidade de referência em atendimento básico da capital e do estado.

Um prejuízo enorme para o cidadão.

 

FALTA ENTENDIMENTO

O problema é que as partes não conseguem se entender num ponto: a garantia de assistência à população, com serviços de qualidade, ambiente apropriado e compromisso de todos.

O Cremal cobra da Secretaria mais condições e instrumentos de trabalho na unidade, e alega que, do jeito que está, os profissionais não conseguem exercer dignamente suas atividades. Apela para a ética. A Secretaria, por sua vez, cobra dos profissionais compromisso com a carga horária, em respeito ao cidadão, o que seria, também, uma questão de ética.

Cada um do seu lado tem suas razões. Mas, se são conflitantes, é porque o foco apontado não é verdadeiro. Nessa balança, o que menos tem pesado é o cidadão, que precisa de assistência à saúde, e não tem.

 

É GREVE

Os serviços da Receita Federal estarão suspensos por dois dias, a partir de hoje. É o que garante o sindicato representativo dos servidores do órgão (Sindireceita). Sem entendimento com o governo, numa negociação que envolve um plano de reestruturação salarial, os analistas tributários resolveram cruzar os braços e esperar.

Nesses dois dias, não funcionarão as unidades de atendimento ao contribuinte e nem procedimentos como a emissão de DARF, Certidão Negativa, parcelamento de débitos e outros serviços.

Ao cidadão, também só resta esperar.

 

MILAGRE ELEITORAL

Após denúncia do site, escola que vivia fechada, anunciou matrícula para este ano

Em Paulo Jacinto, escola que vivia fechada, anunciou matrícula para este ano

E por falar em ação positiva, a prefeitura de Paulo Jacinto anunciou, enfim, a matrícula para a Escola Municipal 2 de Dezembro, construída com recursos emergenciais de obras da enchente de 2010. A escola está pronta desde 2013, foi inaugurada desde o governo passado, mas permanecia fechada, enquanto a prefeitura arcava com a despesa de um prédio alugado.

Este ano, enfim, a nova escola vai funcionar.

Teria sido efeito da reportagem que publicamos aqui?

Ou é mesmo mais um milagre de ano eleitoral?

Deixe o seu comentário