22 de junho de 2016 • 8:52 pm

Serviços Públicos

Alagoas conquista 2º lugar em transparência, segundo o MPF

Estado pulou da décima quinta posição em 2015 para vice campeão em 2016

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Depois de tantos indicadores ruins tornados públicos no Estado, de repente, surge um novo e moderno método de medir avanços conquistados na administração pública. Trata-se do Ranking Nacional da Transparência.

Neste caso, o Estado de Alagoas está conseguiu honroso 2º lugar entre os  estados mais transparentes do Brasil, segundo o resultado da avaliação realizada pelo Ministério Público Federal (MPF). O governador Renan Filho (PMDB) comemorou a posição, sobretudo por que foram avaliados todos os Estados da Federação. Alagoas conquistou a nota 9.8. Na última avaliação, em 2015, o estado havia conseguido apenas 6.8.

RF: pela transparência

RF: pela transparência

Os Estados do Ceará, Espírito Santo e Rondônia foram os campeões com a nota 10.

Agora, segundo dados do Ministério Público Federal,  Alagoas atendeu a maior parte dos requisitos exigidos na avaliação, entre eles, as boas práticas de transparência, o Serviço Eletrônico de Informações ao Cidadão (E-Sic) – que possibilita o envio de pedidos de informação e transparência passiva.

Foram considerados na avaliação, os principais itens das leis de transparência. Para o MPF, os estados que obtiveram pontuação elevada estão com níveis muito satisfatórios de transparência.

O questionário aplicado pelas unidades do Ministério Público Federal no Brasil inteiro foi elaborado no bojo da ação nº 4 da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (ENCCLA) de 2015, por representantes do Ministério Público Federal (MPF), Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União (TCU), Secretaria do Tesouro Nacional (STN), Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon), Banco Central, entre outras instituições de controle e fiscalização.

 

Deixe o seu comentário