8 de fevereiro de 2017 • 12:09 pm

Economia

Alagoas conquista primeiro lugar na produção de PVC na América Latina

Governo do Estado garantiu incentivos para a produção de 450 mil toneladas

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O governo do Estado e a  Cadeia Produtiva da Química e do Plástico, composta pelo Governo de AL, Braskem, Sebrae/AL, Senai/AL, Algás, Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA) e Sinplast/AL, estão comemorando o fato de Alagoas alcançar a primeira colocação em produção de PVC na América Latina.

Polo de de Marechal reúne indústrias.

Os números positivos representam a fabricação de 450 mil toneladas por ano e a geração de 3 mil empregos diretos, segundo dados da Superintendência de Indústria e Comércio da Sedetur. Essa composição reúne 70 empresas na governança da cadeia produtiva.

Essas empresas têm como indústrias âncoras a Braskem como indústria âncora e a CPQP, ambas preparadas para dar suporte às indústrias de 2ª e 3ª geração, com disposição de matéria-prima, petroquímicos e produtos intermediários e finais.

Para apoiar o setor, o Governo do Estado garante incentivos arrojados. O Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado de Alagoas (Prodesin) concede diferimento do ICMS sobre os bens destinados ao ativo fixo e sobre a matéria-prima utilizada na fabricação de produtos, além do diferimento do ICMS na aquisição interna de energia elétrica e gás natural.

“O Governo de AL atua dentro da CPQP, como um verdadeiro parceiro das empresas, e busca sempre prospectar novos empreendimentos, apresentando todas as vantagens fiscais e locacionais de se investir no Estado para que o segmento possa se expandir ainda mais, gerando emprego e renda para os alagoanos”, explicou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima.

 

 

Deixe o seu comentário