30 de agosto de 2016 • 11:20 am

Brasil

Alagoas possui mais de três milhões de habitantes, segundo dados do IBGE

Maceió, capital alagoana, é uma das 17 cidades brasileiras que possui mais de um milhão de habitantes

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou as estimativas das populações dos 5 mil 570 municípios brasileiros na manhã desta terça-feira (30), com data de referência em 1º de julho deste ano. É estimado que Alagoas possui 3.358.963 (3 milhões 358 mil 963) de habitantes, sendo que  1.021.709 (1 milhão 21 mil  709) destes vivem em Maceió. 

IBGE coletou os dados

IBGE coletou os dados

Foi estimado que o Brasil tenha 206,1 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento de 0,80% entre 2015 e 2016, um pouco menor do que a calculada entre 2014 e 2015 (0,83%).

São Paulo continua sendo o município mais populoso do país, com 12,0 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro, que possui 6,5 milhões. A capital alagoana é o 17º município com mais de um milhão de pessoas.

Dezessete municípios brasileiros possuem população superior a 1 milhão de pessoas, somando 45,2 milhões de habitantes ou 21,9% da população total do Brasil. Serra da Saudade (MG) é o município brasileiro de menor população, estimada em 815 habitantes em 2016, seguido de Borá (SP), com 838 habitantes, e Araguainha (MT), com 953 habitantes. Esses três municípios são os únicos no país com menos de mil habitantes em 01/07/2016. Estima-se que, de 2015 para 2016, quase ¼ dos municípios (24,8%) tiveram redução de população.

No ranking dos estados, os três mais populosos localizam-se na região Sudeste, enquanto os cinco menos populosos localizam-se na região Norte. O estado de São Paulo, com 44,7 milhões de habitantes, concentra 21,7% da população do país. O estado de Roraima é o menos populoso, com 514,2 mil habitantes (0,2% da população total).

As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são fundamentais para o cálculo de indicadores econômicos e sociodemográficos.

Em 2016, pouco mais da metade da população brasileira (56,4% ou 116,1 milhões de habitantes) vive em apenas 5,5% dos municípios (309), que são aqueles com mais de 100 mil habitantes.

Os municípios com mais de 500 mil habitantes (41) concentram 29,9% da população do país (61,6 milhões de habitantes). Por outro lado, a maior parte dos municípios brasileiros (68,4%) possuem até 20 mil habitantes e representam apenas 15,8% da população do país (32,3 milhões de habitantes).

Quase ¼ dos 5.570 municípios apresentaram taxas de crescimento negativas, ou seja, redução populacional. Mais da metade dos municípios brasileiros (53,4% ou 2.975 municípios) apresentou crescimento que variou de 0% a menos de 1%, e 260 municípios (4,7% do total) apresentaram crescimento igual ou superior a 2%.

Deixe o seu comentário


Publicidade