22 de Janeiro de 2018 • 8:30 am

Educação » Justiça

Alegando erro no vestibular, grupo vai ao TJ para cancelar matrículas na Uncisal

Candidatos denunciam erro no resultado do vestibular da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Com matrículas previstas para a manhã desta segunda-feira (21), a Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) terá cerca de 20 vestibulandos indo ao Tribunal de Justiça de Alagoas solicitando liminar para a suspensão do ato.

A solicitação se deve pela suspeita de erro no resultado, que estava previsto para às 16h da última sexta-feira (19) e foi divulgado com, pelo menos, quatro horas de atraso, por voltas das 20h40. Eles alegam que o resultado estaria pronto, mas o reitor indentificou um erro às 16h20.

O resultado final chegou apenas quatro horas mais tarde.

Para aumentar a suspeita de erro, professores de cursinho alegam que alunos que tiraram 110 pontos não passaram, enquanto outros que tiraram 75 passaram.

O Instituto AOCP também não disponibilizou a pontuação referente a cada área de conhecimento. Quando a Comissão Permanente do Vestibular (Copeve) era a responsável pelo vestibular da Uncisal, após duas horas o resultado já era disponibilizado com a pontuação de cada vestibulando por área de conhecimento.

Deixe o seu comentário