2 de Maio de 2017 • 4:21 pm

Política

Almeida diz que não liga para cargos de Temer e que seu voto é consciente

Deputado se manifestou em relação aos votos contra reformas do governo Temer

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Depois de acompanhar informações veiculadas em blogs e colunas da mídia alagoana sobre sua votação contra a Reforma Trabalhista, o deputado federal Cícero Almeida (PMDB), disse que ninguém influencia o seu voto. “Votei pela minha consciência de trabalhador que sou”, declarou.

Almeida também revelou que não tem nenhuma preocupação com retaliação do Presidente Michel Temer, que é do seu partido, por que, segundo ele, nunca o procurou para  indicar cargo nenhum.

Almeida: contra as reformas

-A bancada discutiu cargos e pediu para eu indicar um gerente do Banco do Nordeste e um diretor dos Correios no Estado e não o fiz, por que não tenho nenhuma atuação nessas áreas. Abdiquei, portanto, das indicações. – Destacou.

Cícero Almeida disse que a única votação em que procurou as lideranças do partido e o governador do Estado foi quanto a renegociação da dívida. “E não podia ser diferente. Quis entender como funciona esse processo, considerando que o governador mostrou que Alagoas paga mensalmente r$ 58 milhões do serviço da dívida. Meu voto, entretanto, teria que estar aliado aos interesses do meu Estado, nesse caso específico”, sustentou.

-Tenho mais de 55 anos e não preciso, portanto, pedir a benção a ninguém para votar de acordo com a minha consciência. Se o governo federal não gostou não é problema meu. Isso não muda em nada meu posicionamento com relação as reformas mal trabalhadas pela equipe do Planalto. – Concluiu.

 

Deixe o seu comentário