21 de março de 2017 • 8:36 am

Brasil

Almeida: ‘pela justiça e os trabalhadores sou contra essa reforma da previdência’

Deputado recebe representantes da justiça do Trabalho e declara apoio à causa

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

A reforma da Previdência, proposta pelo presidente Michel Temer (PMDB), em plena tramitação na Câmara dos Deputados, tem mobilizado diversos setores da sociedade, principalmente do meio jurídico, como a Associação Nacional do Magistrados (Anamatra) e suas seguidoras nos Estados, além da OAB, Procuradoria Regional do Trabalho, entre outros segmentos que têm atuado juntos aos parlamentares do Congresso pela rejeição da reforma, como a Ajufe, a Associação dos Juízes Federais do Brasil.

Almeida com representantes da Ajufe

Nesta segunda, 20, por exemplo, o deputado federal Cícero Almeida recebeu uma comissão de representantes da magistratura,  justiça do Trabalho e membros da Ajufe, que lhe pediram apoio contra a reforma. Ainda apresentaram propostas de emendas para a reforma que governo federal está encampando.

Ao declarar apoio à causa, o deputado destacou que nesta reforma proposta pelo Palácio do Planalto não votará, por que assim estaria votando contra os trabalhadores do país e, “particularmente, à classe trabalhadora do meu Estado”.

Almeida disse aos representantes da justiça que já havia se manifestado contra a reforma da previdência da forma que está, por que além de tudo ela penaliza o trabalhador rural, exigindo dele 49 anos de contribuição ininterrupta. “Ora, meu pai foi trabalhador rural e eu bem sei o que ele sofreu para criar todos os filhos”, disse. Ainda condenou os pontos que atingem os direitos de aposentadoria da mulher, bem como a idade mínima para o trabalhador requerer o benefício.

Cícero Almeida disse que estará ao lado da justiça e dos trabalhadores nesta causa, apesar de ser um membro da bancada do governo, uma vez que é filiado ao PMDB.

 

 

Deixe o seu comentário