21 de setembro de 2015 • 10:41 am

Política

Almeida vê risco de ingovernabilidade com clima tenso em Brasília

Deputado diz que ajuste fiscal está sob ameaça e que base aliada é contra a CPMF

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O deputado federal Cícero Almeida (PRTB) disse nesta segunda-feira, 21, que o clima no Congresso Nacional está tenso. Isso por que a base aliada do governo Dilma não chegou a um consenso quanto ao ajuste fiscal proposto “e com isso o risco de ingovernabilidade é real”.

Ele disse que a proposta da CPMF não foi bem recebida e deve ser rejeitada por que a maioria está contra a criação de novos impostos.

Cicero Almeida disse que se o país ficar ingovernável o risco de impeachment da presidente aumenta, por que há uma tendência do PMDB deixar o governo.

A tese do PMDB abandonar o barco, segundo ele, tem sido pregada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que teria repetido a questão diversas vezes em uma reunião na semana passada com um grupo de 18 parlamentares.

Futuro político – Quiestionado sobre o futuro político, uma vez que é apontado como candidato a prefeito de Maceió, Almeida disse que o único acordo político que firmou, até então, foi para 2018, quando deverá apoiar as candidaturas ao Senado de Renan Calheiros e Marx Beltrão.

Mas, sobre o futuro político destacou ainda que esta semana espera voltar a conversar com Calheiros para a discussão do cenário Maceió 2016. “O senador tem uma vasta experiência é um líder com visão estratégica na política nacional”, concluiu.

 

Deixe o seu comentário