29 de dezembro de 2015 • 3:57 pm

Blogs » Fátima Almeida

Alô! É da TIM? Eu gostaria de pagar minha conta!!!

As operadoras de telefonia e a capacidade de burocratizar a vida e dificultar soluções fáceis de resolver

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
tim 2Serviços suspensos e uma mensagem no celular avisam: a fatura do telefone não foi paga este mês.
– Ops… Como assim? É débito automático no cartão de crédito!
Demoro a descobrir que o problema está na substituição do cartão antigo – com validade vencida – pelo novo. Parece fácil de resolver.
Ligo para a TIM no *144, para informar o novo número do cartão e me deparo com aquele passo a passo ‘infinity’ que me manda digitar número após número, de 1 a 9, até voltar ao zero para falar com atendente. Só para ouvi-la dizer, depois de explicado o problema: ‘Por favor, ligue *255. Posso ajudá-la em algo mais?’.
Não ajudou em nada. Vamos ver se o 255 resolve. Nova sequência de ‘digite o número..’, só interrompida por uma mensagem automática que me mandar de volta ao começo: “por favor, para resolver esse problema, ligue *144”.
Lanço mão de uma reserva extra de paciência e lá estou eu de novo: nova ligação, nova explicação e cabe a mim a tarefa de informar à TIM que o *255 não oferece a opção que preciso para pagar minha conta.
E o que a atendente me oferece, em única opção?
– A senhora pode abrir uma reclamação, informar que *255 não funciona nessa função, aguardar contato da TIM por 24 horas e um prazo de 5 dias para o problema ser solucionado.
– Mas você pode, pelo menos, emitir uma fatura para que eu possa pagar o mês em aberto?
– Senhora, a sua reclamação já foi registrada…. plim, plim, plim…
 
E daí? Eu só queria pagar minha conta!
Posso?!?
Ps: Aproveito este espaço para desejar a todos um Ano Novo sem fronteiras. Porque, por telefone, acho que vai ser difícil…

Deixe o seu comentário