29 de julho de 2015 • 6:27 pm

Política

Alterações de comportamento levam a internação de Dudu Hollanda

Envolvido em diversas polêmicas, deputado passará por tratamento em clínica especializada, fora de Alagoas

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Dudu Hollanda deve se licenciar para tratamento - Foto: Carlos Villa Verde/Assessoria ALE

Dudu Hollanda deve se licenciar para tratamento – Foto: Carlos Villa Verde/Assessoria ALE

Envolvido numa sequência de escândalos e polêmicas, nos últimos meses, o deputado Dudu Hollanda (PSD), enfim, será submetido a tratamento numa clínica especializada, fora de Alagoas. A internação, comentada desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (29), foi confirmada no início da tarde, por meio de nota emitida pela assessoria do parlamentar, informando que “o estresse e complicações decorrentes das cirurgias bariátricas a que foi submetido vinham alterando seu metabolismo e seu comportamento”.

A nota não informa o nome da clínica para onde o deputado foi levado – diz apenas que é fora de Alagoas. Mas confirma que ele será submetido a “tratamento médico”, e diz que ele teria comunicado a decisão aos familiares, “depois de uma conversa em que refletiu sobre os últimos episódios e percebeu a necessidade de tratamento com especialistas”. Comunica, ainda, que nesse período o parlamentar estará distante das redes sociais.

O comportamento do deputado já vinha inspirando grande preocupação a familiares há algum tempo. Entre os muitos episódios em que deputado se envolveu nos últimos meses, está um bate-boca online com um internauta, onde ele ameaça “bater na cara” do rapaz que o criticou por ter ocupado a tribuna da Assembleia Legislativa para exigir aumento do próprio salário e usa termos de baixo calão, totalmente incompatíveis com o decoro que se espera de um parlamentar.

Somem-se a isso, denúncias constantes de vizinhos incomodados com festas escandalosas promovidas pelo parlamentar na chácara da família e as respostas desrespeitosas com que ele revidava a essas reclamações, sempre nas redes sociais. Além de vídeos polêmicos envolvendo o parlamentar, inclusive um em que ele parece embriagado, conduzindo uma sessão da Assembleia Legislativa. E, mais recentemente, um suposto “atentado” que ele teria sofrido no último final de semana, incluindo a postagem do carro crivado de balas e a acusação pública, em tom de ameaça, feita nas redes sociais, a um empresário local, como autor do “atentado”.

Num áudio que circulou pela manhã, um internauta relata o momento em que o deputado teria sido recolhido, em um restaurante da capital, numa operação que envolveu autoridades públicas do Estado, e levado para uma clínica psiquiátrica de Maceió, de onde já foi encaminhado para o internamento na clínica de tratamento, em São Paulo.

Ainda não se sabe quanto tempo o deputado ficará em tratamento e afastado de suas funções. De acordo com a nota, ele ingressará com pedido de licença na Assembleia Legislativa, assim que tiver um posicionamento dos médicos sobre o tempo que precisará para se tratar.

Hoje mesmo o 1º suplente da coligação, Cícero Cavalcante (PMDB), disse ter sido comunicado pelo governador Renan Filho (do seu partido), sobre o episódio envolvendo Dudu, e avisado de que deveria ser chamado a tomar posse no mandato. A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa não confirmou recebimento do pedido de licença de Hollanda – condição para que o suplente seja convocado – mas em entrevista, pela manhã, Renan Filho confirmou que o parlamentar deverá passar cerca de seis meses em tratamento, e que o suplente, Cícero Cavalcante, deverá ser chamado a assumir o mandato.

Deixe o seu comentário