22 de Fevereiro de 2016 • 5:37 pm

Saúde

Zika: alunos do Sesi/Senai entram na luta contra transmissor do vírus

Turmas mostram definição da doença, sintomas, formas de prevenção e tratamento e esclarecem dúvidas à respeito do zika vírus.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
ebep_zika

Estudantes criaram páginas em redes sociais para divulgar informações e orientar sobre combate ao mosquito. Foto: Ascom/Fiea

Disseminar e conscientizar a sociedade sobre a importância de combater o mosquito Aedes Aegypti. Com esse objetivo, os alunos do curso técnico em Segurança do Trabalho, da Unidade Integrada SESI SENAI Ebep Atalaia, criaram páginas nas redes sociais disseminando o tem “Cidade sem zika”.
A ação de conscientização ocorre pela primeira vez e tem como objetivo construir habilidades organizativas e sociológicas, além de estimular o aluno na implantação de ações educativas em saúde e segurança, por meio de prática e vivência. Na primeira semana de aulas, os alunos desenvolveram o planejamento, execução e controle de toda a atividade.
“A participação e os resultados estão endo muito satisfatórios. Nas primeiras postagens atingimos cerca de 500 curtidas e comentários, gerando uma ótima discussão sobre o tema nas redes sociais” – destaca o instrutor de Segurança, Gildenor Leite.
Seguidoras de uma das páginas, Edlene postou: “Vamos juntos acabar com a zica, projeto muito bom”.
Integrante de uma das equipes, a aluna Layssa Barros disse que “está sendo muito bom ver que através da internet podemos informar as pessoas como combater esse mosquito tão perigoso”.
Informação é disseminada pelo rádio
Na última sexta-feira, 19, os representantes das equipes visitaram a Rádio FM Atalaia, juntamente com o professor Marcos César, da disciplina Biologia, para discutir sobre o tema e divulgar o projeto para toda a comunidade. Os alunos mostraram qual a definição da doença, seus sintomas, formas de prevenção e tratamento e esclareceram dúvidas dos ouvintes à respeito do zika vírus, transmissor de várias doenças, principalmente a microcefalia. Ao final, convidaram a população a curtir as páginas e apoiar o projeto dos envolvidos.
“Acreditamos que o projeto tem um grande potencial para ajudar a sociedade, todo o desenvolvimento da ação educativa foi de nossa responsabilidade. Abraçamos a causa do combate ao Aedes, levando informação, que é isso que as pessoas precisam”- disse a aluna Jael Alves.
A proposta de conscientização tem possibilitado aos alunos e a comunidade a oportunidade de discutir sobre esse assunto tão relevante no momento.  A ação conta com o apoio de todos os colaboradores do Ebep Atalaia que se prontificaram a contribuir com a ampliação do projeto.
Veja no endereço https://www.facebook.com/todoscontrazika.tec/?pnref=story

Deixe o seu comentário