25 de janeiro de 2016 • 11:54 pm

Brasil » Serviços Públicos

Analistas da Receita Federal iniciam dois dias de greve nesta terça

Em todo o país, atendimento nas unidades e procedimentos como emissão de DARF e CND e parcelamento de débitos estarão suspensos

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Greve na Receita Federal. Na expectativa de uma proposta do Ministério do Planejameno, sobre a reestruturação salarial da categoria, os analistas tributários de todo o país paralisam suas atividades a partir desta terça-feira (26), até amanhã (27).

Nesses dois dias não serão realizados atendimentos nas unidades da Receita, segundo informou o sindicato da categoria (Sindreceita), e não serão efetuados procedimentos como a emissão de CND, parcelamento de débitos, recepção de documentos malha fiscal, emissão de DARF e GPS entre outros.

Também serão paralisados os serviços nas alfândegas e inspetorias, como despachos de exportação, conferência física, trânsito aduaneiro, embarque de suprimentos, vigilância aduaneira, repressão entre outros.

Ilustração

Ilustração

Oa analistas tributários alegam que vêm tentando negociar com o Governo Federal a construção de uma proposta efetiva visando assegurar uma relação remuneratória que considerem justa, além da instituição do bônus de eficiência e a garantia em lei, das atribuições da categoria, entre outros pontos que constam da pauta de reivindicações encaminhada ao governo.

Segundo foi divulgado pela assessoria de imprensa da entidade, a avaliação do Sindireceita é de que a proposta inicial apresentada pelo Governo não atende aos interesses dos analistas. E, de acordo com  a presidente da entidade, Sílvia de Alencar,  o subsídio da categoria está defasado em mais de 30%.

“Precisamos avançar em questões estruturantes da carreira de auditoria como o padrão remuneratório e na construção de uma proposta concreta de bônus de eficiência e de definição de atribuições. Os analistas tributários não aceitarão serem submetidos a um acordo que não reconheça a importância do cargo”, diz ela, segundo a assessoria.

Em todo o país, a Receita Federal conta com mais de 8 mil analistas tributários, que atuam nas agências, centros de atendimento, delegacias, alfândegas, inspetorias e postos de fronteira. Durante esses dois dias, as atividades realizadas por esses servidores ficarão suspensas.

Além de aguardar a apresentação da proposta formal pelo Governo, os servidores vão analisar e discutir a possibilidade de novas paralisações, caso a proposta não contemple a categoria, diz o sindicato.

Deixe o seu comentário