13 de junho de 2015 • 2:28 am

Política

ANP lança edital para a exploração de petróleo no mar de Alagoas

Esta é a primeira vez que o Estado entra neste mercado competitivo.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

 

O petróleo em nossas praias.

O petróleo em nossas praias.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) lançou, nesta sexta-feira (12), o pré-edital de licitações – 13ª rodada – para exploração e produção de petróleo e gás natural.  Pela primeira vez, empresas nacionais e estrangeiras poderão concorrer pela busca de petróleo no mar alagoano.

A entrada do Estado nesse mercado contou com o envolvimento ativo do governador Renan Filho junto a Agência Nacional do Petróleo. “Nós conseguimos incluir no leilão da ANP o estudo em áreas de Alagoas. Serão dez blocos leiloados, entre Alagoas e Sergipe, e Alagoas entra pela primeira vez nesse segmento – de exploração de petróleo em mar. A descoberta pode mudar o cenário econômico do Estado”, avaliou.

O lançamento do pré-edital é um dos primeiros passos da licitação. “O leilão será nos dias 7 e 8 de outubro, e eu convido todos os alagoanos a acompanharem o processo, conhecerem quem serão as empresas que terão o direito de prospectar estudos para produzirmos petróleo aqui no Estado. Estima-se que a jazida em Alagoas seja muito grande”, adiantou Renan Filho.

O edital, na versão final, deve ser publicado em 6 de agosto. Mas no documento, apresentado nesta sexta, consta boa parte das regras e definições do certame. A bacia Sergipe-Alagoas é considerada como de “nova fronteira”. Nessa categoria, a finalidade é atrair investimentos para regiões ainda pouco conhecidas geologicamente, com barreiras tecnológicas ou do conhecimento a serem vencidas, buscando a identificação de novas bacias produtoras.

A fase de exploração prevista é de sete anos, mas pode ser prorrogada. Agora, para integrar a licitação da bacia Sergipe-Alagoas é preciso desembolsar uma taxa de participação de R$ 165,5 mil. A garantia de oferta é de mais de R$ 1,6 milhão.

Deixe o seu comentário