25 de agosto de 2017 • 12:52 pm

Brasil

Aposentados começam receber hoje primeira parcela do 13º salário

Aposentados e pensionistas em todo o país começam a receber a antecipação da primeira parte do abono do 13º, a partir de hoje, sexta-feira, 25. O depósito da gratificação será…

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Aposentados e pensionistas em todo o país começam a receber a antecipação da primeira parte do abono do 13º, a partir de hoje, sexta-feira, 25.

O depósito da gratificação será realizado junto com a folha de pagamentos mensal do INSS que começa a ser depositada nesta sexta-feira e segue até o dia 8 de setembro, conforme Tabela de Pagamentos de Benefícios 2017.

aposentadoria na conta

Mais de 29,2 milhões de benefícios receberão a primeira parcela do abono anual que corresponde a 50% do valor do 13º e representa uma injeção extra na economia de pelo menos R$ 19,8 bilhões nos meses de agosto e setembro.

Em Santos, Baixada Santista, Litoral e Vale do Ribeira, haverá uma injeção de aproximadamente R$ 300 milhões na economia da região.

Não haverá desconto de Imposto de Renda (IR) nesta primeira parcela. De acordo com a legislação, o IR sobre o 13º somente é cobrado em novembro e dezembro, quando será paga a segunda parcela da gratificação natalina.

Valor da antecipação – Aposentados e pensionistas, em sua maioria, receberão 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente.

Os segurados que estão em auxílio-doença também recebem uma parcela menor que os 50%. Como esse benefício é temporário, o INSS calcula a antecipação proporcional ao período. Por exemplo, um benefício iniciado em janeiro e ainda em vigor em agosto terá o 13º terceiro salário calculado sobre oito meses. O segurado receberá, portanto, metade deste valor. Em dezembro, caso ainda esteja afastado, o segurado irá receber o restante. Se tiver alta antes, o valor será calculado até o mês em que o benefício vigorar e acrescido ao último pagamento do ­benefício.

Não recebem
– Por lei, os segurados que recebem benefícios Assistenciais (LOAS) não têm direito ao 13º salário, que corresponde a cerca de 4,5 milhões de benefícios­.

Deixe o seu comentário