16 de janeiro de 2017 • 1:29 pm

Saúde

Aprovado o primeiro remédio brasileiro à base de Maconha

Trata-se do do Mevatyl, que contém substâncias como THC e canabidiol (CBD), ambos retirados da planta.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro do primeiro medicamento registrado no país à base de Cannabis Sativa, substância básica da maconha. Trata-se do Mevatyl, que contém substâncias como THC e canabidiol (CBD), ambos retirados da planta. Até então, a Agência liberava apenas a importação de medicamentos à base dos compostos.

Maconha: matéria prima para remédio

O novo medicamento Mevatyl, registrado em outros países com o nome comercial Sativex, é indicado a adultos com espasticidade (rigidez muscular excessiva) relacionada à esclerose múltipla. O remédio já tem o uso regulamentado em outros 28 países, incluindo Canadá, Estados Unidos, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Suíça e Israel.

Segundo a Anvisa, o medicamento não é indicado para o tratamento de epilepsia, pois o THC, uma de suas substâncias ativas, possui potencial de causar agravamento de crises epiléticas. O Mevatyl também não é recomendado para uso em crianças e adolescentes com menos de 18 anos de idade devido à ausência de dados de segurança e eficácia para pacientes nesta faixa etária.

“A droga é destinada a pacientes adultos não responsivos a outros medicamentos antiespásticos e que demonstram melhoria clinicamente significativa dos sintomas relacionados à espasticidade durante um período inicial de tratamento com o Mevatyl”, diz a Agência.

Deixe o seu comentário