25 de Abril de 2015 • 4:59 pm

Cotidiano

Justiça obriga Prefeitura a fazer cirurgia em criança

Desembargador Pedro Augusto exigiu da Prefeirura de São Luis do Quitunde o cumprimento da liminar.

Por: Vinicius Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

 

Des. Pedro Augusto

Desembargador Pedro Augusto

A Prefeitura de São Luiz do Quitunde agora terá que fazer justiça para uma criança do município, que está à espera de tratamento médico há muito tempo mas que está sendo negado pela Secretaria de Saúde Municipal.

Agora, por determinação do desembargador Pedro Augusto Mendonça de Araújo, do Tribunal de Justiça e Alagoas essa situação vai mudar. O desembargador manteve a liminar que obriga o município de São Luiz do Quitunde a providenciar o tratamento médico da criança diagnosticada com cisto poplíteo. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta sexta-feira (24).

De acordo com a liminar, concedida pelo juiz da Comarca, o município deverá providenciar o tratamento da paciente com a realização de cirurgia, internação hospitalar, realização dos exames pré-operatórios que forem necessários e possível biópsia, sob pena de multa diária de R$ 500,00 em caso de descumprimento. O prazo estipulado foi de dez dias.

A doença – O cisto poplíteo é o acúmulo de líquido sinovial em uma bolsa situada na região posterior do joelho. O processo se agrava quando o liquido presente na articulação do joelho extravasa para essa bolsa, localizada entre os músculos gastrocnêmio e semimembranoso, causando assim um aumento de seu volume, formando o cisto.

Deixe o seu comentário