8 de Maio de 2015 • 11:58 am

Bleine Oliveira » Blogs

As “Cinquentinhas” e o crime

A Lei 74/2014, de autoria do Poder Executivo, determina que as motos de baixas cilindradas sejam emplacadas junto à SMTT, e tenham chip com todas as informações do veículo e…

Por: Bleine Oliveira
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Lei 74/2014, de autoria do Poder Executivo, determina que as motos de baixas cilindradas sejam emplacadas junto à SMTT, e tenham chip com todas as informações do veículo e do proprietário.

Por iniciativa dos vereadores Silvânio Barbosa (PSB) e Dudu Ronalsa (PSDB), essa regulamentação está sendo discutido numa audiência na Câmara Municipal.

O propósito da audiência é definir como isso será feito. Participam dirigentes da SMTT e da Guarda Civil Municipal.

Faltou, porém, convidar autoridades da segurança pública.

Segundo delegados de Polícia e militares, esses veículos têm sido usados pelo tráfico como transporte para entrega de drogas.

Uma das formas de controle é sua regularização. Só que a legislação não está sendo acatada pelos proprietários das Cinquentinhas, o que leva os agentes de trânsito a ficar de olho nelas.

A mobilidade urbana é um problema de grande escala em praticamente todos os centros urbanos. Em Maceió a situação não é diferente!

Por isso a motocicleta continua sendo um meio de transporte escolhido por boa parte da população. Trata-se de um veiculo barato e prático, que garante locomoção rápida.

Todavia, não se pode fechar os olhos para a utilização das Cinquentinhas como instrumento do crime.

1 Comentário

  1. Lauriano disse:

    Sinceramente falta discutir muito sobre esse assunto. Gostaria que a nossa querida SMTT não tomasse uma posição sem critério

Deixe o seu comentário