28 de abril de 2015 • 11:45 pm

Bleine Oliveira

O combate às drogas e as reuniões

O tráfico e o consumo de drogas são temas inesgotáveis. Não há um dia em que se deixe de publicar matérias abordando esse flagelo. O Ministério da Saúde estima que há…

Por: Bleine Oliveira
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O tráfico e o consumo de drogas são temas inesgotáveis. Não há um dia em que se deixe de publicar matérias abordando esse flagelo.

O Ministério da Saúde estima que há cerca de 600 mil pessoas no País usando drogas. Metade delas usa ou já usou crack, um entorpecente altamente viciante e que carrega em si uma onda de violência e mortes.

Em Alagoas são consumidos  diversos tipos de entorpecentes – crack, maconha, cocaína, ecstase, cola, loló e até heroína já foi encontrada pela polícia.

Lamentavelmente, todos os planos de combate a essa ‘máquina de destruição’ falharam. Os resultados são mínimos!

Quatro meses depois da posse, chegou a vez do governo Renan Filho apresentar suas ideias para esse enfrentamento.

Mas ao que parece, a postura burocrática, de gabinete, é a mesma dos antecessores. Muitas reuniões e poucos resultados.

Nesta terça-feira, 28,  por exemplo, o Comitê Gestor do plano “Crack é Possível Vencer” realizou sua primeira reunião na nova gestão.

Depois de horas de muitas conversas os integrantes decidiram marcar uma nova reunião para o próximo mês.

Punossasinhora! É o sinal de que teremos mais do mesmo.

Não é difícil entender que serviços de saúde, educação, segurança pública e prevenção são meios eficientes para combater as drogas.

Deixe o seu comentário