13 de novembro de 2017 • 8:29 pm

Brasil

Atos em 14 cidades protestam contra ‘PEC do aborto’

Proposta poderá proibir todas as formas de aborto no Brasil, inclusive em casos de estupro ou risco de morte da gestante

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Manifestantes se reuniram em ao menos 14 cidades brasileiras na noite desta segunda-feira (13) para protestar contra a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 181, que poderá proibir todas as formas de aborto no Brasil, inclusive em casos de estupro ou risco de morte da gestante.

Uma comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou na semana passada que o princípio da dignidade da pessoa humana e a garantia de inviolabilidade do direito à vida deverão ser respeitados desde a concepção, e não apenas após o nascimento, como prevê a Constituição.

Em São Paulo, o ato desta segunda-feira teve início por volta das 18h no vão livre do Masp, na avenida Paulista, região central da cidade. Por volta das 19h10, tomou três pistas da avenida, sentido rua da Consolação. Às 21h, o ato chegou na esquina entre a consolação e a rua Caio Prado, onde foi feita uma projeção na parede de um prédio.

Segundo a PM (Polícia Militar), há cerca de 7.000 pessoas. De acordo com a organização, há 10 mil participantes.

“A rejeição desse ato é uma atitude cristã”, diz Maria José Rosado, que participa do Católicas pelo direito de decidir. Segundo ela, a bancada religiosa que aprovou a proposta não respeita a laicidade do Estado.

Representante da EIG (Evangélicas pela Igualdade de Gênero), Valéria Vilhena também critica os deputados que confessam o protestantismo. “Eles não representam a maioria das evangélicas no Brasil que são negras e pobres”, diz.

Integrantes da Frente Feminista de Esquerda e Mulheres Sem Medo do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-teto) estão à frente do ato. Há também representantes da CUT e de outras entidades sindicalistas participando do protesto.

Deixe o seu comentário