24 de outubro de 2017 • 6:12 am

Governo » Interior

Audiência em Arapiraca debate transporte e moradia estudantil

De uma parceria entre UFAL e Assembleia Legislativa, intenção foi de buscar soluções para garantir a permanência dos estudantes no ambiente acadêmico

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Assembleia Legislativa, em parceira com a Universidade Federal de Alagoas, realizou, nesta segunda-feira (23) uma audiência pública que teve como tema, “Transporte e moradia estudantil: permanência e êxito acadêmico”.

Proposta pela deputada Jó Pereira (PMDB) e aprovada por unanimidade no plenário da Casa, o debate aconteceu no auditório do SESI/SENAI, em Arapiraca. A cidade foi escolhido para a realização da audiência pois um estudo feito pela Ufal aponta Arapiraca como o local que mais recebe estudante de outras localidades. A audiência teve como objetivo discutir junto à comunidade escolar a problemática do transporte e moradia estudantil.

Jó Pereira explicou que a ideia é buscar soluções para garantir a permanência dos estudantes no ambiente acadêmico. “Antigamente a luta era para conseguir expandir a universidade para o interior Estado, para que mais alunos pudessem ter acesso aos cursos superiores, isso aconteceu. Agora temos que unir forças para garantir a permanência destes jovens na universidade”, afirmou.

O deputado Rodrigo Cunha (PSDB) falou da importância da Assembleia Legislativa em se deslocar até Arapiraca para debater o assunto. “Tratar do assunto educação e transporte para estes estudantes é algo essencial. Muitos saem de seus municípios para estudar em Arapiraca e o transporte, muitas vezes, é uma excludente neste acesso ao ensino e o Estado pensar uma maneira de fazer com que os alunos não deixem de ocupar essas vagas”, destacou.

A presidente do Grêmio Estudantil do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (Ifal), em Santana do Ipanema, Sheilla Gomes, falou das dificuldades de delocamento que os alunos enfrentam. “O aluno precisa se locomover de sua localidade para o município em que faz seu curso e, a maioria deles, não tem condições de concluir seus estudos devido a questão do transporte”.

Representando a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), o prefeito de Igaci, Oliveiro Torres, afirmou que as prefeituras têm encontrado deficuldade para manter o transporte dos alunos. “Hoje os municípios, na sua maioria, já contribuem para o deslocamento dos alunos universitários, porém, a grande dificuldade que vivemos hoje é a de como pagar e quem vai financiar este transporte. Os municípios estão ficando sufocados e sem condições de permanecer com o transporte”, afirmou.

Participaram ainda da audiência, prefeitos, vereadores, representantes da Polícia Militar, do Cesmac Agreste, da SMTT de Maceió, do Ifal, estudantes, professores e a comunidade escolar.

Deixe o seu comentário