24 de fevereiro de 2016 • 6:05 pm

Bleine Oliveira » Blogs

Auditoria é ‘bomba’ que revela artimanhas no Legislativo alagoano

Exame das finanças e gestão dos recursos humanos da Assembleia mostra enxerto na folha de pagamento, diplomas e documentos falsos.

Por: Bleine Oliveira
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

A auditoria que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) faz no Legislativo desde junho do ano passado, ao custo de R$ 1,5 milhão, examinando a folha de pagamento e a gestão dos recursos humanos – um levantamento que remonta aos últimos 20 anos, está praticamente pronta. É uma bomba!

A divulgação do resultado desse trabalho – adiada alguns vezes – foi anunciada para o final de março próximo.

Mas já se sabe que os auditores comprovaram enxerto na folha de pagamento, documentos falsos, inclusive diploma de nível superior, nomeações irregulares, além de funcionários que moram em outros estados, e até no exterior, continuarem recebendo salários.

Os privilegiados – qual é a surpresa? – são filhos e esposas de figurões da política, e de empresários.

Meu oráculo revela que alguns garantiram emprego até para as amantes!

A “bomba” já está na mesa da Mesa Diretora.

Bom, se a auditoria foi séria (apesar dos arquivos mofados e empoeirados e da falta de muitos documentos), em breve terá que ser mostrada aos alagoanos. Basta se valer da Lei de Acesso a Informação!

“A dúvida, é saber se a ALE fica transparente ou continua com o costumeiro traz parente” – ironiza o conpanheiro Marcos Rodrigues, o querido Tchola, gazeteano que faz a cobertura diária da Casa de Tavares Bastos.

Em tempo: A Assembleia Legislativa está querendo aumentar de R$ 189 milhões para R$ 209 milhões o duodécimo da Casa para este ano. Vamos ver como o supergovernador Renan Filho (PMDB) vai resolver esse problema, considerando a alegada pobreza dos cofres públicos.

Munir-se de documentos que provam ‘o quanto há de podre’ na ALE, talvez ajude RF a enfrentar o embate com os senhores deputados e a se livrar da ‘facada’.

1 Comentário

  1. Ederaldo disse:

    Enquanto isso os servidores do executivo da Saúde por exemplo Uncisal honestamente trabalhando recebendo uma migalha e a farra continua até quando essa auditoria deve ser feita em todas as esfera do governo do estado.

Deixe o seu comentário