22 de Maio de 2015 • 2:36 pm

Política

Bancada alagoana quer o Porto, mas Padilha diz que Renan já indicou

Eliseu Padilha, que está loteando os cargos do governo com a bancada federal, teria dito que o Porto é do senador Renan Calheiros.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Porto: sonho de consumo da bancada alagoana.

Porto: sonho de consumo da bancada alagoana.

O senador Renan Calheiros (PMDB), presidente do Senado Federal, enviou uma carta ao coordenador da bancada federal em Alagoas, deputado Ronaldo Lessa (PDT) afirmando que não indicaria mais nenhum cargo do governo Dilma Rousseff (PT).

A bancada então empreendeu uma disputa acirrada pelo direito de indicação da administração do Porto de Maceió, hoje dirigido pela ex-prefeita de Feliz Deserto, Rosiana Beltrão. Ela está no cargo desde a primeira gestão de Dilma.

Para que a bancada não disputasse o cargo à toa foram feitas algumas consultas ao Ministro da Casa Civil, Aloísio Mercadante, e ao ex-ministro Eliseu Padilha (PMDB), que hoje é o assessor direto do vice-Presidente Michel Temer, na articulação do governo no Congresso.

Consta, segundo informações de parlamentares, que Mercadante e Eliseu se reuniram com o coordenador da bancada alagoana e este teria colocado na mesa a necessidade do cargo no Porto. Foi nessa hora que Eliseu Padilha teria dito que “o cargo já foi indicado pelo senador Renan Calheiros. O cargo é dele”.

A conversa seguinte entre parlamentares soou estranha, mas receberam a informação de que Rosiana Beltrão fora indicação pessoal de Calheiros desde o primeiro mandato de Dilma. Embora ela seja uma filiada ao PT, dirigentes do partido disseram que essa indicação nunca foi discutida na legenda.

Diante da história que ganhou os corredores do Congresso Nacional, agora os membros da bancada ganharam mais ânimo para reivindicarem o Porto, apesar das declarações de Eliseu Padilha.

Deixe o seu comentário