6 de setembro de 2016 • 2:35 am

Brasil » Economia

Bancários entram em greve por tempo indeterminado em todo o País

Os trabalhadores exigem reajuste salarial de 5%, reposição da inflação no período (9,57%) e reajuste na participação dos lucros.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Os bancários de todo o país entram em greve a partir desta terça-feira, 6, por tempo indeterminado. A categoria recusou a proposta oferecida pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de 6,5% de reajuste sobre o salário e benefícios, além de abono no valor de R$ 3.000.

Os trabalhadores exigem reajuste salarial de 5%, reposição da inflação no período (9,57%) e reajuste na participação dos lucros.

Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito, Lourenço Prado, o movimento tem prazo indeterminado e não prejudicará a população.

“A greve é nacional e com prazo indeterminado, porém os caixas vão continuar funcionando e os correspondentes bancários também funcionam normalmente. A população não será afetada, os clientes especiais poderão ser atendidos conforme acordo com o sindicato. Não queremos trazer prejuízo à população, só vamos reivindicar nossos direitos”, disse Lourenço.

Os clientes que precisarem de serviços durante a paralisação deverão utilizar caixas eletrônicos ou ligar para as centrais de atendimento dos bancos. Operações como consulta de saldo e transferências, por exemplo, podem ser feitas por telefone. Nos tablets e smartphones, por meio dos aplicativos dos bancos, os serviços também continuarão normalmente. Já o pagamento de contas e saques podem ser feitos em agências lotéricas.

Deixe o seu comentário