17 de novembro de 2016 • 7:30 am

Brasil » Justiça

Bate-boca no STF: Gilmar Mendes e Lewandowski trocam acusações

A corte silenciou diante da acusação de quebra de decoro

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Supremo Tribunal Federal (STF) viveu nesta quarta-feira, 16, mais um dia inusitado, graças a um bate-boca entre os ministros  Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski no plenário da Corte.

A discussão começou quando Lewandowski afirmou que Mendes já havia votado em um processo sobre contribuição previdenciária que estava em julgamento e disse que o pedido de vista era “um pouco inusitado”.

“O ministro Gilmar Mendes já não havia votado? Eu tenho impressão que acompanhou a divergência. Depois votou o ministro Marco Aurélio e sua excelência [Gilmar Mendes] está abrindo mão do voto já proferido e pediu vista? Data vênia, um pouco inusitado”, observou Lewandowski.

“Enquanto eu estiver aqui eu posso fazê-lo […]. Vossa excelência fez coisa mais heterodoxa…”, rebateu Mendes.

“Eu, graças a Deus, não sigo o exemplo de vossa excelência em matéria de heterodoxia. Graças a Deus, e faço disso ponto de honra”, treplicou Lewandowski.

“Basta ver o que vossa excelência fez no Senado”, respondeu Gilmar Mendes a Lewandowski, em referência indireta à decisão de Lewandowski no processo de impeachment que permitiu à ex-presidente Dilma Rousseff voltar a exercer funções públicas, apesar da condenação.

“No Senado? Basta ver o que vossa excelência faz diariamente nos jornais…”, disse Lewandowski.

“Faço isso inclusive para poder reparar os absurdos que vossa excelência faz”, rebateu Mendes.

“Absurdos não, vossa excelência retire o que disse. Vossa excelência está faltando com o decoro não é de hoje. Eu repilo qualquer… Vossa excelência por favor me esqueça!”, rebateu Lewandowski.

“Não retiro”, disse Mendes.

“Bom, então, vossa excelência se mantenha como está. Eu reafirmo que vossa excelência está faltando com o decoro que essa corte merece”, finalizou Lewandowski.

Deixe o seu comentário