Bleine Oliveira

Jornalista profissional, graduada em Direito. Em 2008 conquistou o Prêmio Banco do Brasil e Petrobras de Jornalismo.

O recado de Rui Palmeira

18 de Janeiro de 2018 • 3:05 pm

Rui tem dúvida se vale deixar o cargo para o vice, Marcelo Palmeira (D)

Aos adversários, que torcem para vê-lo fora da disputa, o prefeito Rui Palmeira mandou um recado. O PSDB, partido de Rui, e seus aliados vão participar ativamente da eleição deste ano.

“Vamos ter nosso grupo, vamos ter candidatura ao governo, ao Senado e, certamente, entrar forte para concorrer” – declarou o prefeito, na manhã desta quinta-feira, 18.

Mas, os argumentos de quem acredita que ele não será candidato ao governo são, no mínimo, verossímeis.

Há quem diga que o prefeito não está disposto a deixar a administração nas mãos do vice, Marcelo Palmeira, que é enteado do senador Benedito de Lira (PP).

Se perder a eleição, ficaria quase dois anos sem mandato. E o pior, a mercê da vontade do grupo de Biu, que tem como homem forte seu filho, deputado federal Arthur Lira.

Jogada muito arriscada!

Além disso, Rui sabe que manter-se no cargo e viabilizar o projeto “De frente pra lagoa” é uma estratégia bem mais eficiente. É, na verdade, consolidar-se como liderança política majoritária e chegar de pé, falando grosso, na eleição de 2022.

“Meu prazo é 7 de abril. Então, todos nós devemos aguardar até essa data para saber se vou ou não sair da Prefeitura” – dispara o prefeito.


O valor da militância gay

16 de Janeiro de 2018 • 11:46 am

Nildo Correira, ativista da causa LGBT. Foto: Dicom/TJAL

O presidente do Grupo Gay de Alagoas (GGAL), Nildo Correia, será um dos agraciados com o prêmio Notáveis da Cultura Alagoana.  A honraria será concedida pela Associação Cultural Lagoa do Sul. Em sua 14ª edição, o prêmio Notáveis foi criado em 2005, pelo engenheiro e ativista cultural Carlito Lima.

Jornalista, blogueiro e militante das causas LGBT desde 1997, Nildo Correia coordena a Parada do Orgulho LGBTI+ de Alagoas, um dos grandes eventos de massa e mobilização social do Estado. Em sua pauta anual está também o Festival de Arte e Cultura LGBTI.

Sua militância e luta por direitos humanos o levou a apresentar sugestões ao parlamento maceioense, a exemplo de projetos de lei que cria cotas de moradia popular para casais homoafetivo, que reformula a lei de combate a homofobia, que torna a praça Rayol, no  bairro histórico de Jaraguá, uma referência LGBTI+ na capital, entre outros.

Sua voz se levanta sempre para cobrar a apuração e punição das centenas de crimes homofóbicos que ainda ocorrem Alagoas, e no País.

A solenidade de entrega do14º Prêmio Notáveis da Cultura Alagoana está marcada para o próximo dia 25, a partir das 17h, durante a Festa Literária do Pôr do Sol, na barraca Pedra Virada, na orla de Ponta Verde, em Maceió.

Saudação, querido Nildo!

Continue abalando.


Lula lá!

15 de Janeiro de 2018 • 4:51 pm

Marcado para o próximo dia 24, o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre (RS), está ganhando proporções incalculáveis. O ato jurídico vem sendo tratado como uma questão de segurança nacional. Tanto que está planejada uma operação policial, com helicópteros, cavalaria, cães, viaturas e policiamentos ostensivo. Se discute até mesmo o envio da Força Nacional e do Exército.

Condenado a nove anos e meio de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do ‘tripex’, digo, tríplex do Guarujá, o ex-presidente recursou e sua apelação estará sendo julgada no dia 24.

Se a condenação for mantida Lula pode se tornar inelegível para as eleições de 2018.

Considerando que o ex-presidente continua na frente nas pesquisas pré-eleitorais, e de se pensar o que pode acontecer se Lula for preso!

Punossasinhora!


Empresários ameaçam rodoviários se Rui não aumentar passagem para R$ 4,02

11 de Janeiro de 2018 • 12:04 pm

Enquanto trabalhador assalariado teve reajuste de 1,81%, empresas de ônibus querem 15% de aumento no preço da passagem.

Depois de uma manobra pra tentar evitar as críticas, os donos de empresas de ônibus confirmam o que foi divulgado pela mídia, na terça-feira, 9.

É mesmo de 15% o reajuste que pedem para o preço da passagem urbana. Ou seja, os empresários querem que o prefeito Rui Palmeira aumente o valor da tarifa dos atuais R$ 3,50 para R$ 4,02.

Alegam que estão tendo prejuízo, e apontam duas causas:

1 – Diminuição do número de passageiros.

2 – Aumento no preço do diesel.

Para mostrar que não estão brincando, ameaçam motoristas, cobradores, fiscais e outros funcionários com demissão, se o reajuste não for autorizado.

“O aumento manterá os postos de trabalho…,  além de evitar também, as possíveis demissões causadas pelo atual prejuízo da perda de passageiros”.

Mas prometem que o aumento de 15% “trará melhoria na qualidade dos veículos e no atendimento”.

Quem acredita, levante o braço!

O governo Temer reajustou o salário mínimo em 1,81%, o que fez o valor passar de R$ 937 para R$ 950.

Bem abaixo da inflação e longe, muito longe, dos 15% que os donos de empresas de ônibus de Maceió estão cobrando.

Qual trabalhador suporta isso??

Punossasinhora!

 


Maceió terá lavagem do Bonfim neste domingo, 14

10 de Janeiro de 2018 • 5:15 pm

A Rede Alagoana de Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana promove neste domingo, 14, a 18ª edição da Lavagem do Senhor do Bonfim de Maceió. A manifestação afro-religiosa, também conhecida como ritual das Águas de Oxalá, terá concentração na Rua São João, no bairro do Jacintinho, às 15h, de onde segue até o pátio da Igreja do Senhor do Bonfim, no bairro do Poço. O pátio da igreja será lavado com água, flores e perfume pelo povo de santo.

O ritual das Águas de Oxalá é definido pelos estudiosos das religiões afro-brasileiras como “um ritual anual de purificação, renovação”. Pode ser considerado um “rito de passagem”, o fim e o começo, um novo ciclo. É a reverência a presença da água, fonte primordial da vida, que se apresenta em todos os rituais da Religião dos Orixás

A programação inclui fala de autoridades, revoada de pombos, aclamação a paz, queima de fogos em homenagem a Oxalá e ao Senhor do Bonfim.

Com a temática “Diga NÃO à Intolerância Religiosa”, a procissão segue pelos bairros do Poço e Jaraguá, até a Casa de Iemanjá, na Rua Dona Alzira Aguiar, 429, no bairro Ponta da Terra.

Axé!


Rui, o Maceió Verão e a caravana passando

8 de Janeiro de 2018 • 1:13 pm

O prefeito Rui Palmeira tem, em alguns momentos da atividade pública, uma calma, que pode ser também definida como frieza, depende do lado político de quem analisa. Para seus partidários é serenidade para enfrentar os problemas. Para os opositores é frieza, é desrespeito com a população.

As críticas que está recebendo por conta do que ocorreu no Maceió Verão, é um bom exemplo dessa dualidade.

Sem aperreio, ele responde aos críticos, garantindo que, para a próxima fase do evento, fará todos os ajustes necessários à segurança do público.

Porém, seja com calma ou frieza, o fato é que Rui deveria admitir que a  Prefeitura errou em fazer um evento com dinheiro público e cobrar camarotes, criando um apartheid social.

Tomara que os ajustes realmente evitem as brigas provocadas pela superlotação do espaço (estacionamento de Jaraguá), que colocou em risco a vida de muita gente.

E, prefeito, fique atento!

Essa cara de “os cães ladram, e a caravana passa”, pode dificultar sua vida política nesse ano eleitoral!

 


Obras públicas e ‘mi mi mi’

3 de Janeiro de 2018 • 12:55 pm

Tem algumas coisas no mundo que são difíceis de entender. Uma delas é comerciante reclamando de obra pública que “causa transtorno”.

Meu amigo, qual é a obra de construção que não provoca transtorno?

Vamos combinar que duplicar uma rodovia, construir um viaduto, galeria de esgoto e obras semelhantes não é igual comer pudim, né?

Punossasinhora!

O caso mais recente é a reclamação de moradores e comerciantes de Jacarecica, com as obras do trecho 2 da duplicação da AL 101 Norte.

Não faz sentido reclamar da obra!

Talvez valesse reclamar do atraso no cronograma. Mas o governo explica que o atraso, entre abril e agosto do ano passado, foi por conta das chuvas.

Pra calar o choro dos reclamantes, a Secretaria de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano (Sertrand) informa que essa etapa deve ficar pronta neste primeiro semestre.

E destaca a segurança de motoristas e pedestres, o fortalecimento do turismo, a sinalização, a iluminação, passarelas e dois viadutos como benefícios que a população terá quando tudo acabar.

Então, sociedade, vamos deixar de mi mi mi.

Ao invés de reclamação na mídia, vale mesmo é cobrar mais obras para fazer o desenvolvimento tornar-se realidade.

 


Os estúpidos e o desperdício de água

29 de dezembro de 2017 • 10:30 am

 

O Brasil é o país que tem a maior quantidade de água per capita do mundo. Em Maceió, apesar do desabastecimento temporário em alguns bairros, a situação é regular! Mas o semiárido e o sertão vivem em permanente escassez.

A falta de água está relacionada às questões ambientais, a planejamento e gestão pública.

Porém, há que se considerar a estupidez humana.

Sim, queridos leitores e leitoras, há muita gente irresponsavelmente estúpida. Afinal, qual é o sentido de lavar calçadas com a água tratada, que sai das torneiras?

Essa ação dói na alma!

A vontade que dá é tomar a mangueira das mãos do estúpido e lhe dar um cascudo.

Punossassinhora!

Hoje, num dos prédios da Avenida Amélia, dois funcionários praticavam esse crime. Sim, porque considero crime desperdiçar recursos naturais!

E não são os únicos, claro! Essa prática odiosa pode ser flagrada diariamente, em toda cidade. Na rua de minha casa, tem um desses criminosos. Pelo menos três vezes por semana o sujeito lava dois três carros e em seguida ‘varre’ a calçada com água.

Homi… pense numa raiva!

Por isso, decidi incluir nas minhas orações o pedido pra que essas pessoas se conscientizem de que a água é um bem valioso demais pra ser desperdiçado.

Vale lembrar também que a Organização das Nações Unidas (ONU) escolheu para o debate em 2018, no Dia Mundial da Água (22/03), o tema “Soluções Naturais para a Água”.

Como alerta, republico a Declaração Universal dos Diretos da Água, documento publicado pela ONU em 22 de março de 1992:

Art. 1º – A água faz parte do patrimônio do planeta.

Art. 2º – A água é a seiva do nosso planeta. Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura.

Art. 3º – Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados.

Art. 4º – O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos.

Art. 5º – A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores.

Art. 6º – A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.

Art. 7º – A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada.

Art. 8º – A utilização da água implica respeito à lei.

Art. 9º – A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.

Art. 10º – O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

O novo ano está aí, e o que queremos?

Queremos respeito ao futuro.

 

*Em tempo: Em 2015, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou a aplicação de multa de R$ 250 para quem for flagrado lavando a calçada com água potável da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).


Você tá “morto” ou dará vivas a 2018?

27 de dezembro de 2017 • 8:54 pm

É fim de ano. Mais um ciclo de vida sendo encerrado. Pra muita gente, esse período traz melancolia e a desagradável sensação de vazio pelo que deixou de ser feito!

Quem está na faixa dos 40, 50, 60 anos e mais, é tomado por interrogações do tipo “o que estou fazendo de minha vida”!

A idade pesa, né?

A cada ano sentimos mais o enfado e a canseira que o tempo, esse senhor implacável, joga em nossas costas.

Porém, o fim de ano serve também para lembrar que ainda temos metas a serem alcançadas. Manter o corpo ativo é uma delas.

Nos últimos dias tenho ouvido amigos repetirem o que foi dito no final de 2016:

– Minha meta para 2018 é fazer alguma atividade física.

Tá aí um planejamento que não pode ser retardado, sociedade!

Até porque as redes sociais nos cobram isso implacavelmente. Ser fitness é uma exigência, amore!

(Diz pesquisa no google que fitness significa “estar em boa forma física”).

Ou você corre na praia, joga tênis, futebol, faz jiu-jitsu, balé, capoeira, dança, se dedica à academia, faz crossfit, ou você tá ‘morto’. Ou seja, está fora do sistema.

Sendo assim, ver mais um ano acabar e não ter feito nada disso, realmente entristece.

Mas, queridos leitores e leitoras, sempre é tempo de começar!

Acreditem, o mundo virtual tem lá suas vantagens. Se você se enquadra, você é muitíssimo bem aceito.

Imagine uma senhora de 80 anos pulando de paraquedas! Meu amor, isso ‘bomba’. É like que não acaba mais!

Por isso, nada de tristeza. O reveillon está batendo em nossa porta e o que queremos?

Queremos fazer planos com estratégias para cumpri-los!

É hora de renovarmos as esperanças para o ano novo.

Vivas à 2018!


Você não sabia, mas rola sexo na “confra” da firma

20 de dezembro de 2017 • 7:04 am

Alagoas é o terceiro Estado do Nordeste onde a festa de confraternização da firma é considerada uma ótima oportunidade para transar com alguém da empresa. Aqui,33% dos entrevistados disseram já ter feito sexo na festa do local onde trabalha, e outros 11% revelaram que ficaram apenas na pegação, sem chegar aos ‘finalmentes’.

A lista apontou a Bahia como primeiro colocado na região, seguido do Ceará em segundo; Pernambuco em 4ª posição e o Rio Grande do Norte em 5ª colocação.

Pesquisa foi feita por multinacional de relacionamento adulto

A pesquisa, realizada pela Sexlog, considerada a maior rede social de sexo e swing da América Latina, revelou o ranking dos estados brasileiros onde esse evento é um dos mais aguardados.

A pesquisa feita pela Sexlog revelou números surpreendentes sobre o comportamento dos brasileiros nas confraternizações de final de ano.

A pesquisa traz detalhes curiosos. Por exemplo, depois do sexo, nada muda na relação profissional. Ao menos foi o que disseram 86% dos entrevistados – ao contrário, 82% revelaram ter iniciado uma relação mais íntima.

Mas, tem sempre aquele chatinho que fica complicando a vida depois do sexo. Segundo a pesquisa da Sexlog, 1% dos entrevistados pediu demissão.

Pra evitar isso, é melhor escolher alguém de um setor diferente. O que aconteceu em 66% dos casos.

Quer saber, conforme a hierarquia, quem mais transa na festa da firma?

Coordenadores, supervisores e gerentes (22%); seguidos de técnicos (20%) e especialistas (16%). Diretores e presidentes representam 10%, enquanto estagiários são 5%.

Qual o lugar, na empresa, onde o sexo acontece?

No estacionamento (39,4%); banheiro (28,6%) e 16,6% já transaram na própria sala. Entre os lugares citados na pesquisa ainda estão escada (13,8%), sala de reunião (10,3%) e copa (4,5%).

O pessoal da Administração (14,1%) é o que mais aproveita a festa para uma “transadinha rápida”.

Sendo assim… que dia mesmo é a nossa confraternização?

Ha,ha,ha,ha,ha,ha,ha,ha

*Participaram da pesquisa online 4.243 pessoas entre os dias 15 e 20 de novembro.