27 de julho de 2016 • 7:42 am

Economia

Bolsa Família injeta mensalmente na economia alagoana R$ 75 milhões

Hoje o programa é unanimidade entre os políticos. Antes, a oposição criticava quando não estava no governo

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A economia alagoana receberá a partir deste mês uma injeção mensal de R$ 75 milhões, recursos oriundos do Bolsa Família, que passa, desta forma, a ser o maior contribuinte do mercado alagoano graças a distribuição de renda que promove.

Quase 400 mil 397 mil famílias alagoanas estão inseridas no pograma e estas serão beneficiadas pelo reajuste de 12,5% autorizado pelo governo federal. O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, veio a Maceió comemorar o feito junto ao governador Renan Filho (PMDB), em palácio.

O bolsa família foi criado no governo do ex-presidente Lula e se consolidou como política pública de distribuição de renda no País inteiro, ao ponto de ser o mais importante contribuinte do Estado. A eficácia do programa calou os criticos levou a classe política ao sorriso farto, independentemente de paixão partidária. Hoje, não aparece um para fazer discurso contra, como se fazia nos governos de Lula e Dilma.

No mês passado o governo Federal repassou para o Estado cerca de R$ 66,8 milhões para Alagoas por meio do Bolsa Família. Essa renda circulando no mercado faz festa do comércio local e qualquer cidade do interior alagoano.

Deixe o seu comentário