19 de julho de 2017 • 11:45 am

Cotidiano » Economia

Bolsa família repassa este mês mais de R$ 70 milhões para cadastrados no Estado

Investimento neste mês de julho é o menor realizado este ano

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

o programa Bolsa Família vai repassar neste mês de julho, em Alagoas, mais de R$ 70 milhões para mais de 377 mil famílias cadastradas, segundo anuniciou o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Bolsa Família irrigando a economia local

O repasse, no entanto, é o menor registrado até o momento neste ano de 2017. O principal fator responsável por essa diminuição são os processos de Averiguação e Revisão Cadastral, mecanismo de controle de qualidade do Cadastro Único (CadÚnico), segundo a coordenação do programa no Estado.

“Até o fim do processo, 22% da famílias beneficiárias em Alagoas devem realizar a atualização cadastral. Essas famílias podem ter o cadastro excluído caso não atendam às orientações previstas pelo MDS. A não atualização dos dados pode acarretar ainda sanções aos beneficiários, como o bloqueio do benefício até que a revisão seja efetivada”, explica a coordenadora estadual do programa, Maria José Cardoso.

“Por isso, essa queda está dentro do esperado para o mês de julho. A tendência é que isso também aconteça nos próximos meses, até dezembro, quando o último público deve ser convocado”, completou.

O Bolsa Família é destinado a todas as famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 85 ou com renda per capita entre R$ 85,01 e R$ 170 mensais, desde que tenham em sua composição crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos. Nesse caso, é necessário que a criança tenha matrícula escolar e apresente frequência mínima de 75% e 85%, respectivamente, a cada bimestre.

Em Alagoas,a cidade com o maior número de beneficiários do programa Bolsa Família é Maceió, com 55.226 famílias. Já o município com número de pessoas que dependem da renda federal é Pindoba, com 349 famílias.

 

Deixe o seu comentário