21 de julho de 2015 • 7:36 pm

Blogs » Marcelo Firmino

Brasília e a qualidade dos políticos que mandam lá

A qualidade do atual Congresso Nacional pode muito bem ser medida pelos quadros que comandam a mesa diretora da Câmara dos Deputados na atualidade. Há quem diga que o atual…

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A qualidade do atual Congresso Nacional pode muito bem ser medida pelos quadros que comandam a mesa diretora da Câmara dos Deputados na atualidade.

Há quem diga que o atual presidente, Eduardo Cunha (PMDB), deve ser afastado do cargo em função do processo da Operação Lava Jato. Cunha foi envolvido em um caso de propina na ordem de 5 milhões de dólares.

Mas, se cunha for afastado quem assume a presidência da casa? O primeiro vice-presidente é o deputado Waldir Maranhão (PP-MA).

Maranhão também é investigado na Lava Jato e foi acusado de ter recebido propinas mensais entre 30 mil e 50 mil reais, conforme delatou o doleiro Alberto Youssef. Ainda pesa contra ele o fato de que em 2010 declarou que não tinha dinheiro em conta pra campanha e mesmo assim doou 500 mil reais pra sua própria campanha.

E se Maranhão também for impedido de assumir devido a folha corrida, o próximo da lista sucessória é o deputado paranaense, de Pato Branco, Fernando Luiz Giacobo, do Partido ds República.

Giacobo é tido no congresso como um parlamentar “sortudo”.  Em 2014 ele se livrou de ter que responder a processo pelo crime de falsidade ideológica, formação de quadrilha e sonegação de impostos através de formação de empresas fantasmas, após a prescrição da acusação na ação penal.

Mas, além disso, justifica a boa vida  que tem graças a ‘sorte’ que teve de ganhar 12 vezes na loteria em um espaço de 14 dias.

E aí? É preciso dizer mais alguma coisa sobre Brasília e os políticos que ela abriga?

Hein?

 

Deixe o seu comentário