21 de julho de 2016 • 7:37 am

Blogs » Maceió » Marcelo Firmino

Canto viciado do pardal foi flagrado e Prefeitura anula 17 mil multas

Os motoristas de ônibus descobriram “a manha” do pardal que multava abaixo da velocidade permitida.

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A indústria da multa, nesses tempos de operação e lavagem de dinheiro para candidatos e candidatos, foi flagrada esta semana em um processo fraudulento na cidade de São Paulo.

Lá, a Prefeitura teve que anular mais de 17 mil multas aplicadas aos contribuintes, oriundas de um único radar que fora preparado para disparar seus flashes indevidos, mas silenciosos.

O canto viciado do pardal logo foi denunciado pelos contribuintes. Chegou-se à conclusão que esse pardal já representava 65% da quantidade de multas dispradas de 850 pardais contra o contribuinte.

O pardalzinho da indústria fora programado para aferir a velocidade acima de 40 quilômetros, mas, discretamente, estava multando velocidade muito abaixo do permitido.

Os motoristas de ônibus descobriram “a manha” do pardal. A Prefeitura de São Paulo entendeu que alguém mexeu para levantar vantagem e isentou o contribuinte de pagamento.

Outros radares da “chamada máfia da multa” estão sob suspeitas por que já foram denunciados pela população. É que foram preparados a emtir uma multa a cada 5 minutos.

E pensar que essa máfia veio para Maceió…

Deixe o seu comentário