26 de janeiro de 2016 • 7:15 am

Blogs » Economia » Marcelo Firmino

Cartelização de postos de gasolina em Brasilia gera intervenção

Já do lado de cá, o consumidor sofre no bolso os efeitos da catelização.

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Um cartel, com a notória combinação de preços em postos de gasolina de Brasília, levou  o  Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a decretar intervenção na principal rede de revenda da cidade.

Segundo as investigações, as principais redes de postos combinavam preços, determinando os valores a serem cobrados do consumidor.

Ainda de acordo com o Cade, a Polícia Federal levantou que  as redes menores eram comunicadas pelos coordenadores regionais do cartel  para seguirem a política de preços adotadas.

Portanto, quem imaginar que esse negócio funciona à base da especulação desenfreada já pode perceber que não é bem assim.

Em Brasília, o Cade vai nomear administradores provisórios para a administração dos postos, por que os proprietários foram proibidos de continuar na administração dos negócios.

 

Se a moda pega nas bandas de cá, vai ser dificil sobrar um dono de posto na administração.

O processo de cartelização aqui é antigo e o consumidor sente no bolso permanentemente.

Se nada acontece, talvez por que grande parte das autoridades não usa dinheiro do próprio bolso para pagar combustível.

Deixe o seu comentário