27 de julho de 2017 • 7:12 pm

Política

Celso Luiz se recusa a depor e juiz aplica pena de confissão

Sanção foi aplicada durante audiência, no Fórum de Mata Grande.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Acusado de desviar dinheiro público, ex-prefeito Celso Luiz, que foi presidente da Assembleia Legislativa, teve o cabelo raspado ao chegar ao sistema prisional de Maceió

O ex-prefeito de Canapi, Celso Luiz, que continua preso, não quis se manifestar num processo em que responde pelo crime de improbidade administrativa. Diante da recusa, durante audiência realizada nesta quinta-feira (27), no Fórum de Mata Grande, o juiz Bruno Acioli Araújo aplicou a chamada “pena de confissão”. 

É como se o ex-prefeito tivesse confessado os fatos dos quais é acusado.

Com a decisão do magistrado, está encerrada a fase de instrução do processo. Agora, o Ministério Público e a defesa do ex-prefeito terão, cada um, 15 dias para as alegações finais. Depois disso, Bruno Acioli anuncia a sentença.

O caso

O ex-prefeito Celso Luiz Tenório Brandão, que está preso desde maio último, responde a cinco processos de improbidade administrativa na Justiça estadual. A audiência realizada nesta quinta buscou apurar supostas irregularidades cometidas entre os anos de 2013 e 2016 no Instituto de Previdência de Canapi, no qual se verificou a ausência de repasse das contribuições previdenciárias dos servidores e patronais no valor de R$ 805.898,31.

Com TJAL

 

Deixe o seu comentário