11 de julho de 2015 • 8:27 am

Blogs » Marcelo Firmino

Cícero Cavalcante e a consulta ‘bem me quer, mal me quer’

A reforma política de Eduardo Cunha e seus seguidores na Câmara dos Deputados remete a uma imensa balela para enganar os tolos. Nada de bom sairá daí, uma vez que…

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A reforma política de Eduardo Cunha e seus seguidores na Câmara dos Deputados remete a uma imensa balela para enganar os tolos. Nada de bom sairá daí, uma vez que o jogo interesses, principalmente para a presevação do status quo de suas execelências, fala mais alto.

A reforma até que era uma esperança para acabar de vez com essa farra da politicagem profissional, que tanto mal tem feito a sociedade.

Para acabar inclusive com situações de “dilemas” como o que vive “o rei do norte”, Cícero Cavalcante que não sabe exatamente ainda se sairá candidato a prefeito por Matriz do Camaragibe ou São Luiz do Quintunde.

Ora vejam só. Que dilema atroz.

Só que antes de materializar sua volta a uma das duas prefeituras, graças as benesses da legislação politica brasileira, o ex-prefeito das duas cidades do litoral norte quer mesmo uma vaga de deputado estadual na Assembleia Legislativa.

Na condição de primeiro suplente do PMDB, Cavalcante mexe os “pauzinhos” para assumir no segundo semestre. Isso, segundo amigos dele, está prestes a acontecer com a reforma do secretariado que o governador Renan Filho (PMDB) pretende fazer.

Algum parlamentar da bancada será chamado para um cargo no governo e, assim, Cavalcante, será deputado.

Enquanto nada disso acontece, Cicero Cavalcante anuncia que vai fazer uma consulta por meio de pesquisa a população dos dois municípios – Matriz e São Luiz – para saber exatamente quem lhe quer como prefeito.

Será aquela consulta à base do “quem me quer e mal me quer”.

E quem quiser que durma com um barulho desses.

 

Deixe o seu comentário