16 de junho de 2016 • 5:10 pm

Maceió

Cícero diz que finalmente vai poder esclarecer os fatos na justiça

O deputado será ouvido pelo STF sobre o processo que apura denúncias de irregularidades em contratos com empresas de lixo de Maceió

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

 

O deputado federal Cícero Almeida (PMDB), pré-candidato a prefeito de Maceió, disse nesta quinta-feira, 16, que há muito tempo aguardava a oportunidade de ser ouvido na Justiça para esclarecer os fatos envolvendo a denúncia de desvios de supostas irregularidades nos contratos com as empresas de terceirizadas da coleta do lixo em Maceió, durante sua gestão na Prefeitura Municipal.

Cicero Almeida: vou esclarecer

Cicero Almeida: vou esclarecer

Segundo Cícero essa é uma oportunidade importante, uma vez que desde a denúncia até esta data não foi ouvido por nenhuma autoridade da justiça. Ele considera que esse mesmo sentimento deve nortear todas as testemunhas, as quais deverão expor cada fase do procedimento, “que demonstrará ao final que não existe no processo qualquer ato que não tenha sido abalizado pelos órgãos técnicos e jurídicos da Prefeitura”.

Ainda de acordo com a manifestação de Cícero Almeida são exatamente os atos técnicos e jurídicos que o isentarão de qualquer dano à administração pública. Ele disse que a intimação do STF se torna importante por que nesse fórum poderá apresentar com clareza e respeito à corte o exercício da defesa com naturalidade.

Intimação – Almeida  foi intimado a prestar esclarecimentos ao Supremo Tribunal Federal (STF) acerca da Ação Penal nº 956, que trata da apuração dos contratos com as empresas coletoras de lixo da capital. denominada Máfia do Lixo, da qual Almeida é responsabilizado. A intimação do ministro Dias Toffoli, relator do processo na Suprema Corte, foi expedida nessa quarta-feira (15). Além do ex-prefeito, doze testemunhas arroladas pela defesa também devem ser ouvidas.

No despacho, o ministro expede uma Carta de Ordem ao juízo da 13ª Vara Criminal Federal, da Seção Judiciária de Alagoas, com a finalidade de que as testemunhas sejam pessoalmente intimadas ou requisitadas para comparecimento às audiências.

Deixe o seu comentário