10 de agosto de 2015 • 2:10 pm

Maceió

Cinquentinhas tomam as ruas de Maceió em protesto contra taxas e multas

Governo envia para o Legislativo, proposta de isenção no IPVA e Licenciamento

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Proprietários de 'cinquentinhas' realizam marcha até a sede do Detran

Proprietários de ‘cinquentinhas’ realizam marcha até a sede do Detran

As ‘cinquetinhas’ tomaram as ruas de Maceió, na manhã desta segunda-feira (10). Em protesto contra as altas taxas cobradas para a regularização dos veículos ciclomotores, motociclistas que usam esse meio de transporte se reuniram no bairro do Jaraguá e seguiram numa enorme fileira, ocupando toda uma faixa das avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro, até a sede do Detran, no Tabuleiro do Martins.
Eles também reclamam contra as apreensões e multas aplicadas desde o dia 31, quando passou a vigorar a exigência de licenciamento e emplacamento dessas pequenas motos de 50 cilindradas, e de habilitação do condutor.
De acordo com os líderes do movimento, a regularização das ‘cinquentinhas’, mais a habilitação dos condutores custam em torno de R$ 700, valor considerado alto para quem tem baixo poder aquisitivo e já utiliza esses veículos como meio de transporte para aliviar na passagem de ônibus, o que é o caso da maioria.
Os manifestantes reconhecem que muita gente utiliza esses veículos também para ações criminosas. E defendem que a regularização é necessária, até para evitar que muitos pais de família acabem sendo abordados como marginais, por conduzirem uma dessas motos. Mas questionam os valores cobrados.

ISENÇÃO
Na sede do Detran, onde chegaram por volta das 11h, eles foram recebidos pela diretoria do órgão, com a qual discutiram meios de minimizar o problema. Um desses meios é um projeto de lei do governo Estadual, que está sendo encaminhado para a Assembleia Legislativa, propondo a isenção das taxas de licenciamento e IPVA para os proprietários das ‘cinquentinhas’. Só aí, segundo o diretor-presidente do Detran, Cacá Gouveia, já se garante um desconto de mais de R$ 200 nas despesas.
Segundo ele, o projeto foi finalizado pelo governo do Estado na última sexta-feira, e deverá ser aprovado pelo Legislativo, para ser sancionado pelo Executivo estadual. A diretoria do órgão também se comprometeu em suspender temporariamente as apreensões, enquanto se resolve essa questão das taxas. Quanto aos valores da habilitação, o diretor do Detran explicou que eles são estabelecidos pelo Código Brasileiro de Trânsito e não podem ser alteradas por lei estadual.

Deixe o seu comentário