15 de outubro de 2015 • 5:56 pm

Cotidiano

Com apoio do Sebrae, Marechal manda técnicos a Minas e São Paulo

Eles foram conhecer modernas ferramentas de gestão para a administração municipal.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Os servidores de Marechal foram levados pelo Sebrae

Os servidores de Marechal foram levados pelo Sebrae

Empenhado em implantar melhorias na criação de empregos na cidade, facilitando a abertura de novos empreendimentos de maneira rápida e eficiente, o prefeito de Marechal Deodoro, Cristhiano Matheus, enviou um grupo de secretários municipais para Minas Gerais e São Paulo.

A missão: Observar e buscar novas tecnologias para a aceleração do crescimento comercial em no município, além de buscar novas ferramentas de eficiência de gestão no serviço público. A viagem dos servidores municipais teve todas as despesas pagas pelo Sebrae/AL

Participaram da missão os secretários Albérico Azevedo, da infraestrutura, Betânea Canuto, das finanças, Alfredo Machado, assessor especial do gabinete e Sílvia Queiroz, da vigilância sanitária.

Primeiro eles estiveram em Minas Gerais. Na capital mineira, juntamente com outros alagoanos de Arapiraca, São Miguel dos Campos e Maceió,  conheceram o programa “MinasFácil”, em que a Junta Comercial torna a vida do empreendedor mais fácil. Com menos burocracia e mais agilidade na hora de formalizar sua empresa e, consequentemente gerar mais empregos.

Segundo Deise Caetano, analista técnica de políticas públicas do Sebrae de Alagoas e acompanhante do grupo, a iniciativa vai  trazer mais avanços para a implantação da Redesim no Estado de Alagoas.  A Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios  é um projeto do Governo Federal e pretende diminuir o tempo e o custo de abertura de um empreendimento.

Depois o grupo seguiu viagem até São Paulo, onde também pode presenciar algumas experiências que tem dado certo, com resultados imediatos na formalização de empresas e geração de emprego e renda.

 

Deixe o seu comentário