15 de outubro de 2015 • 5:56 pm

Cotidiano

Com apoio do Sebrae, Marechal manda técnicos a Minas e São Paulo

Eles foram conhecer modernas ferramentas de gestão para a administração municipal.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Os servidores de Marechal foram levados pelo Sebrae

Os servidores de Marechal foram levados pelo Sebrae

Empenhado em implantar melhorias na criação de empregos na cidade, facilitando a abertura de novos empreendimentos de maneira rápida e eficiente, o prefeito de Marechal Deodoro, Cristhiano Matheus, enviou um grupo de secretários municipais para Minas Gerais e São Paulo.

A missão: Observar e buscar novas tecnologias para a aceleração do crescimento comercial em no município, além de buscar novas ferramentas de eficiência de gestão no serviço público. A viagem dos servidores municipais teve todas as despesas pagas pelo Sebrae/AL

Participaram da missão os secretários Albérico Azevedo, da infraestrutura, Betânea Canuto, das finanças, Alfredo Machado, assessor especial do gabinete e Sílvia Queiroz, da vigilância sanitária.

Primeiro eles estiveram em Minas Gerais. Na capital mineira, juntamente com outros alagoanos de Arapiraca, São Miguel dos Campos e Maceió,  conheceram o programa “MinasFácil”, em que a Junta Comercial torna a vida do empreendedor mais fácil. Com menos burocracia e mais agilidade na hora de formalizar sua empresa e, consequentemente gerar mais empregos.

Segundo Deise Caetano, analista técnica de políticas públicas do Sebrae de Alagoas e acompanhante do grupo, a iniciativa vai  trazer mais avanços para a implantação da Redesim no Estado de Alagoas.  A Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios  é um projeto do Governo Federal e pretende diminuir o tempo e o custo de abertura de um empreendimento.

Depois o grupo seguiu viagem até São Paulo, onde também pode presenciar algumas experiências que tem dado certo, com resultados imediatos na formalização de empresas e geração de emprego e renda.

 

Deixe o seu comentário