10 de setembro de 2015 • 6:28 pm

Cotidiano

Com visita técnica, Crea debate gestão da água do Canal do Sertão

Evento aconteceu no município de Delmiro Gouveia e reuniu conselheiros do Conselhos, gestores da obra, prefeitos e vereadores da região

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

_DSC0760A gestão da água do Canal Adutor do Sertão alagoano foi o assunto principal na plenária itinerante, da última terça-feira, 8, realizada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL), na cidade de Delmiro Gouveia.  O debate técnico ocorreu no auditório da UFAL – Campus do Sertão –, e contou com presenças de autoridades representantes do governo do Estado e lideranças dos municípios que estão sendo abrangidos pela água do canal.

Toda a discussão na plenária girou em torno da autossustentabilidade do Canal, maior obra de engenharia já realizada em Alagoas. Contribuíram para os debates, representantes da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), das Secretarias de Recursos Hídricos do Estado de Alagoas (Semarh), de Infraestrutura do Estado de Alagoas (Seinfra), do Estado de Agricultura (Seagri), o prefeito de Olho D’água do Casado Gualberto Pereira (representando a AMA), o prefeito da cidade, Luiz Carlos Costa e o conselheiro do Crea e propositor Reinaldo Falcão.

Os profissionais que participavam da reunião concordam de uma medida urgente, que deve ser tomada pelo Governo de Alagoas na questão do gerenciamento, já que o canal avança 123 quilômetros.

O presidente do Crea, Fernando Dacal, ressaltou a importância de esclarecer a população sertaneja sobre a manutenção, operação e gestão do Canal, para as cidades contempladas. “Através do conselheiro e agrônomo Reinaldo Falcão, esse assunto foi colocando em pauta por nós do Crea. O povo sertanejo precisa conhecer melhor como serão beneficiados. E tenham a certeza que o Conselho de Engenharia e Agronomia está sempre atento e preocupado com assunto relacionados a engenharia e o os benefícios que ela traz à população”, destacou Dacal.

Conhecendo de perto o Canal

_DSC0938Após as discussões, os participantes da plenária foram a campo conhecer como será gerida a água. Na interligação da adutora do alto sertão, localizada no quilômetro 37, o secretário adjunto de Projetos Especiais da Seinfra, Alzir Lima, apresentou toda dinâmica das estações de tratamento, antes que a água chegue as residências.

“Neste ponto é que vamos captar a água bruta do canal, enviando para uma estação de tratamento que, e em seguida, estará pronta para abastecer oitos municípios da região. São eles: Inhapi, Delmiro Gouveia, Pariconha, Mata Grande, Canapi, Água Branca, Piranhas e Olho D’água do Casado”, disse.

O secretário ainda destacou o importante incentivo do Crea em debater o tema. Elogiou a promoção da plenário e falou do desafio de construir a obra. “Finalizar o maior trabalho de engenharia do Estado é tão importante quanto gerir a água dele. Essa parte final pode ser até mais importante”, finalizou.

Deixe o seu comentário