17 de novembro de 2016 • 5:36 pm

Cotidiano

Comitê da infância vai capacitar técnicos para novas ações do projeto

Comitê é coordenado pela primeira dama Renata Calheiros

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Técnicos de Secretarias de Estado de Saúde, Educação e Assistência Social e das secretarias municipais de Murici estiveram reunidos com a  primeira-dama do Estado, Renata Calheiros,  coordenadora do Comitê Estratégico da Primeira Infância de Alagoas, para a discussão das novas ações que serão implantadas no projeto que beneficia a primeira infância.

À espera de uma família

Na primeira infância.

A ideia da coordenadora, nesta nova fase é que  deverão ser desenvolvido em conjunto com a implantação do programa federal Criança Feliz. De acordo com o cronograma do projeto-piloto, que funciona em Murici, a nova fase se inicia com as visitas domiciliares, as quais serão realizadas pelos agentes comunitários e pelo Centro de Recuperação e Educação Nutricional (Cren).

Além disso, serão implantados os painéis de acompanhamento nos postos de saúde, para monitoramento de gestantes e crianças atendidas nas unidades de saúde, de 0 a 6 anos, e iniciado o projeto de leitura e implantação dos espaços lúdicos.

“As equipes técnicas envolvidas estão preparadas com o mapeamento e identificação destas gestantes e crianças. Com esta fase de atuação em campo trabalharemos as práticas de cuidado e assistência, que representam a essência do projeto”, disse Renata Calheiros.

A primeira-dama também falou sobre a implantação do projeto Criança Feliz, já que Alagoas foi escolhido entre nove estados para receber recursos do Governo Federal e trabalhar o projeto da primeira infância.

“O Comitê da Primeira Infância de Alagoas esteve em Brasília para conhecer os critérios estabelecidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) para escolha dos municípios que serão contemplados nesta primeira fase. Os recursos já foram garantidos pelo Governo Federal e, inicialmente, serão destinados para capacitação de pessoal”, explicou Renata Calheiros.

 

Deixe o seu comentário