9 de novembro de 2016 • 1:52 pm

Cotidiano

Condutores de ‘cinquentinhas’ fazem manifestação em frente ao Palácio

Eles querem gratuidade social para aquisição para a habilitação, e liberação de condutores analfabetos no circuito municipal

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Manifestantes fecharam a rua do Palácio (Foto: Armando Durval / cortesia)

Manifestantes fecharam a rua do Palácio (Foto: Armando Durval / cortesia)

Proprietários de motos 50 cilindradas (as famosas cinquentinhas) realizaram, na manhã desta quarta-feira (9), uma manifestação, no Centro de Maceió, em defesa da gratuidade na emissão da Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), habilitação de modelo simplificado, emitido pelo Detran, requisito mínimo para quem quer pilotar uma dessas pequenas motos e não é detentor da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A partir deste mês de novembro, a habilitação, seja por meio da ACC ou da CNH categoria A, passou a ser obrigatória para os pilotos das ‘cinquentinhas’, em todo o país, e a situação tem gerado polêmica, por causa dos custos.

O manifestantes se agruparam em frente ao Palácio dos Martírios para reivindicar a gratuidade social da ACC, para pessoas comprovadamente de baixa renda, assim também como a liberação, nos limites dos municípios, para condutores analfabetas, que, segundo as lideranças do movimento, constituem mais de 12.000 proprietários de motos de 50cc em Maceió e cerca de 45.000 em todo o Estado.

cinquetinhas2De acordo com líderes do movimento, as taxas podem chegar a R$ 890,00, ficando fora da realidade de muitos condutores. Eles destacam que são muitas as categorias de profissionais que utilizam essas motos como meio de transportes, para reduzir os curtos com passagem de ônibus e a maioria não pode arcar com essa despesa. Eles também afirmam que desde sábado, quando começou a fiscalização, muitas motos foram apreendidas.

A manifestação começou com todos reunidos no estacionamento do Jaraguá, para depois se dirigirem ao Centro indo se agrupar em frente ao Palácio.

Deixe o seu comentário