21 de janeiro de 2017 • 1:08 pm

Esportes

Conheça os times que irão disputar o Campeonato Alagoano 2017

Competição é considerada a porta de entrada para equipes que não têm calendário: a conquista é por vagas na Copa do Brasil, Nordestão e Série D

Por: Vinicius Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Dez times iniciam, neste final de semana, a caminhada para o topo do futebol alagoano. É importante destacar que uma boa campanha pode garantir aos times com pouca atividade anual, um calendário e planejamento para 2018. Segundo o regulamento, os perdedores das semifinais vão lutar pelo terceiro lugar também num mata-mata, que vale vaga na Copa do Brasil de 2018.

Campeão e vice garantem vagas na Copa do Nordeste e também na Copa do Brasil do próximo ano. Eles também terão o direito de disputar a Série D de 2018. Se os finalistas estiverem em outras divisões do Brasileiro (casos de CRB, CSA e ASA), as duas vagas para a Quarta Divisão vão obedecer o critério de classificação. Assim, elas podem ser preenchidas até pelo quarto e o quinto colocados.

Nesta edição da competição, o Campeonato Alagoano vai contar com a volta do CEO, equipe de Olho D’água da Flores, e do tradicional Miguelense, que retorna a elite do torneio depois de 16 anos. Confira abaixo como as equipes se prepararam para o início da disputa:

Lembrando que CSA e CRB foram punidos pela Justiça Desportiva em razão do conflito entre organizadas na final do ano passado e vão cumprir, respectivamente, cinco e quatro perdas de mando de campo. Confira abaixo como as equipes se prepararam para o início da disputa:

ASA de Arapiraca

Reformulado, ASA lutar por mais uma temporada em alto nível

Vivendo um novo momento, não tão bom que anos anteriores, o time arapiraquense começou 2017 com uma nova diretoria. Gerenciada pelo narrador esportivo Nelson Filho, o Fantasma alagoano vem sofrendo profundas reformulações.

Pouco jogadores permaneceram no clube da temporada passada. Encerramento de contratos e pendências financeiras fizeram alguns atletas, principalmente pratas da casa, procurarem novos ares.

Durante a pré-temporada, que começou em 12 de dezembro, o técnico Maurílio Silva optou apenas disputar jogo-treino. Foram dois testes contra uma seleção amadora da cidade de Teotônio Vilela, cidade onde o elenco alvinegro realizou parte dos trabalhos na preparação para o estadual. O time base para o estadual tem: Luis Cetim; Douglas Gonçalves, André Lima, Eron e Airton; Leanderson, Nata, Doda e Téssio; Júnior Mandacaru e Leandro Kível.

Elenco:

GOLEIROS – Luís Cetin (ex-Volta Redonda), Carlão (ex-CSA) e Nildo (base)

LATERAIS –
Douglas (ex-Uniclinic/CE), Léo Campo (ex-Sampaio Corrêa), Ceará (ex-Itabaiana) e Ailton (ex-Juazeirense/BA)

ZAGUEIROS –
Eron (ex-Confiança), André Lima (ex-Botafogo/PB), Anselmo (ex-Potiguar), Montoya (ex-Sete de Setembro/MS) e Marcelo (ex-Migulense)

VOLANTES –
Gaspar, Mazinho (CEO), Nata (Rio Claro/SP) e Leanderson (ex-Uniclinic/CE)

MEIAS –
Téssio (Nacional/PB), Diego Palhinha (Tricordiano/MG), Doda (Campinense), Bruno Souto, Cleyton e Diego Góis (ex-Icasa)

ATACANTES –
Jefferson Baiano (ex-Bragantino), Júnior Mandacaru (ex-América-RN), Jean Carlos, Leandro Kivel (ex-Confiança) e Thiago Souza (Potengi/CE).

CEO

O time de Olho D’água das Flores volta a elite do futebol alagoano após conquistar a segunda divisão do estadual. A equipe do interior subiu de divisão e busca aos poucos estruturar suas finanças.

Técnico Edson Ferreira planeja manter equipe na primeira divisao

A pré-temporada da equipe começou no dia 19 de dezembro. Em 14 de janeiro, o Tricolor enfrentou o Penedense em jogo amistoso. Atuando em casa, o CEO bateu o adversário por 2 a 1. A partida foi um bom teste para o técnico Edson Ferreira estudar a equipe e já pensar no esquema tático ideal para atuar nos jogos do Alagoano.

A equipe tem 29 jogadores no plantel. O time base tem: Diogo; Cruz, Cirlan, Hugo e Nildo; Wagner Alagoano, Jan, Lenisson e João Grilo; William e César.

Elenco:

Goleiros: Anderson Paraíba, Diogo, Rafael e Eduardo

Laterais: Cruz, Junior Moisós, Nildo e Chiquinho

Zagueiros: Gabriel, Diego Rocha, Hugo e Cirlan

Volantes: Cristiano, Jan, Wagner, Danilo, Alvaro e Amsterdan

Meias: Polinho, João Grilo, Alessandro, Jefinho e Lenisson

Atacantes: Marcos Bahia, William, César, André, Gustavo, Hiago.

CRB

O atual bicampeão alagoano vem com muita moral para a competição. Depois de uma temporada de 2016 quase perfeita, pois só não foi melhor porque não conseguiu o acesso para a Série A do Brasileiro, o Galo Praiano monta um time forte para garantir o tricampeonato.

Galo Praiano reformulou o ataque e manteve o setor defensivo. Clube vai tentar o tricampeonato

Toda a linha de defesa de 2016 foi mantida, mas a parte ofensiva da equipe passou por uma reformulação. Da base do ano passado, cinco novidades devem compor o time titular. A diretoria regatiana tratou de repor as peças que perdeu, foi ao mercado e fechou com 12 novos jogadores.

Por causa de doping, o CRB não vai poder contar com o seu principal jogador: Olívio. Ele, a princípio, só volta em setembro, mas o Departamento Jurídico ainda tenta antecipar o retorno. A pré-temporada começou em 2 de janeiro e foi toda realizada no CT Ninho do Galo, na Barra de São Miguel. No geral, o CRB coleciona 29 taças do Alagoano.

O time base do CRB para o estadual, de acordo com os treinamento do técnico Léo Conde, tem: Juliano; Marcos Martins, Boaventura, Gabriel e Diego; Yuri, Adriano, Clebinho e Sérgio Mota; Maílson e Neto Baiano.

Elenco:

Goleiros: Juliano, Bruno, Cris e Lucas (base);

Zagueiros:
Flávio Boaventura, Audálio, Adalberto, Gabriel e Renan (base);

Laterais:
Marcos Martins, Edson Ratinho (ex-Paysandu), Rafinha, Diego e Jefferson Recife (Botafogo-PB)

Volantes:
Yuri (ex-Remo), Jorginho (ex-ASA), Olívio, Adriano (ex-Goiás), Jocinei (ex-Figueirense);

Meias:
Clebinho (ex-Fortaleza), Bruno Nascimento, Danilo Pires (ex-Santa Cruz) e Sérgio Mota (ex-Luverdense) ;

Atacantes:
Maxwell (ex-RB Brasil), Elias (ex-Sampaio Corrêa), Neto Baiano, Mailson (ex-Paysandu), João Paulo Penha (ex-Fortaleza), Jonata (base) e Dudu (base).

CSA

O Azulão do Mutange, maior campeão de Alagoas, nunca passou tanto tempo sem saber o que é um título. Sua última conquista aconteceu em 2008, quando venceu o Coruripe e garantiu sua 37ª taça. Apesar de ter terminado 2016 bem, garantindo o calendário com o acesso, o time Marujo não começou bem a temporada.

Cumprindo punição, time Marujo vai começar a competição jogando longe do seu torcedor

Nos amistosos da pré-temporada, o time venceu o Confiança-SE, em Aracaju, por 1 a 0. Na partida em Maceió, no entanto, o time sergipano devolveu a derrota pelo mesmo placar. No último teste antes da estreia, nova derrota. Dessa vez, o resultado negativo foi diante do CSE, em Palmeira dos Índios, por 3 a 2.

A defesa do Azulão é quase a mesma desde o último estadual. Tem Jeferson no gol, os zagueiros são Leandro Souza e Douglas Marques, Rafinha na lateral-esquerda e um dos volantes é Panda. Em comparação ao último Alagoano, as diferenças são Denilson na lateral direita e Everton Heleno, como volante. Para disputar posição com Denilson, a direção contratou Celsinho. Marcos Antônio está no clube desde a Série D e briga com Heleno pela vaga de titular.

A equipe base para o começo da temporada é com Jeferson; Denilson, Leandro Souza, Douglas Marques e Rafinha; Panda, Everton Heleno, Cleyton, Didira e Daniel Cruz; Alex Henrique.

Elenco:

Goleiros: Jeferson, Mota (ex-Volta Redonda) e Alexandre Cajuru (ex-Ferroviária/SP);

Laterais: Denilson, Celsinho (ex-Novo Hamburgo/RS), Rafinha e Rayro;
Zagueiros: Leandro Souza, Thales (ex-Atlético-GO), Mateus Lima (ex-Sinop-MT), Douglas Marques (ex-Ceará) e Lucas Silva (ex-Maringá);

Volantes: Panda, Everton Heleno, Marcos Antônio, Serginho (ex-Bragantino) e Dawhan (ex-Corinthians);

Meias: Didira, Cleyton (ex-Paysandu), Geovani (ex-Cuiabá-MT), Kelvin, Thiago Potiguar (ex-América-RN), Alex Henrique (ex-América-RN) e Cassiano (base);

Atacantes: .Luís Soares (ex-Atlético-GO), Daniel Cruz (ex-Boa Esporte), Joãozinho (ex-XV de Jaú-SP), Jeam (ex-Bahia) e Luís Ricardo (ex-XV de Jaú-SP).

CSE

Em 2016, o Tricolor escapou do rebaixamento no quadrangular da permanência, contra Sete de Setembro, Ipanema e Penedense. Para fazer uma campanha diferente e mudar os rumos, a direção do time de Palmeira dos Índios contratou o técnico Givanildo Sales. O grupo conta com o goleiro Adilson, o zagueiro Breno, os meias Palhinha e Da Silva e o atacante Etinho.

CSE aposta na experiência da equipe.

Durante a pré-temporada, o CSE disputou dois amistosos e venceu os dois. Bateu o Boca Júnior-SE por 2 a 1, e o depois o CSA, por 3 a 2. Nos testes, o técnico Givanildo Sales sinalizou o base que pretende mandar a campo no Campeonato Alagoano. A equipe deve ser formada por Adilson; Kaká, Emerson, Breno e David; Jacobina, Sorato, Diego Costa e Palhinha; Etinho e Ila.

Elenco:

GOLEIROS – Wanderson, Adilson e Wellington

LATERAIS –
Joaninha, David, Kaká e Alef

ZAGUEIROS –
Emerson, João Paulo, Jadson e Breno

VOLANTES –
Jacobina, Sorato, Lorinho, Anderson e Henrique

MEIAS –
Diego Costa, Palhinha, Da Silva e Juliano

ATACANTES –
Etinho, Willians, Geovanio, Esley, Rhuan e Danilo

Coruripe

O Hulk alagoano tem um sério impasse para está temporada: a falta de dinheiro. A situação fez com que a diretoria recorresse a categoria de base do clube. A chegada nas fases finais da Copa do Nordeste sub-20, e depois o título regional, credenciou o  Joécio a ser efetivado para assumir o comando da equipe principal.

Vindo da base e trazendo 12 jogadores de lá, técnico Joécio acredita que dá para fazer um bom torneio

Conhecedor dos jovens do elenco, o comandante do time, promoveu 12 atletas para a equipe principal. Para mesclar um pouco, nomes como Cristiano Alagoano, 38 anos, Fábio Lopes, 31 anos, e Nilson Sergipano, 37 anos, foram contratados.

Na preparação para a temporada, o Coruripe disputou dois amistosos e um jogo-treino. Perdeu para o Sergipe, em Aracaju, por 4 a 1, e venceu o time sergipano em casa, por 1 a 0. No outros testes, goleou uma seleção de Capela por 6 a 0. A base da equipe para o estadual tem: Dida; Lázaro, Jessé, Daciel e Jackson; Roberto, Kiko, Renato e Diego Renato; Cristiano Alagoano e Fábio Lopes.

Elenco:

Goleiros: Dida (Barreiros-SP), Roque Alan (Marília-MA), Erick (Santa Cruz-AL) e Ivison (Base)

Laterais: Rony (Base), Lázaro (Base), Renato (Coruripe), Jackson (CEO), Nilson (Guarany-CE) e Rony Maycon (Base)

Zagueiros: Jessé (Jacobina-BA), Beto (Coruripe), Daciel (Base), Danilo (Base), Jean Luca (Base) e Tam (Base)

Volantes: Roberto (América-SE), Edmilson (Picos-PI), Romisson (Base) e Mateus (Base)

Meias: Kiko (Araguaia-MT), Danilo (Imperatriz-MA), Aldonys (Base) e Nilson Sergipano (Guarani de Juazeiro-CE)

Atacantes: Cristiano Alagoano (Picos-PI), Fábio Lopes (Santa Rita), Cleicio (Base) e Diego Renato (CEO)

Murici

 Ao contrário do Coruripe, o Verdão, campeão alagoano de 2010, aposta na experiência. Trouxe para comandar a equipe o rodado Roberval Davino, que tem a sua disposição outros veteranos como Gueba, Rambo, Léo Murici, Sinval e Alexsandro.

Técnico Roberval Davino foi a principal contratação do Murici para o torneio.

O clube preferiu aprimorar a parte física e não promoveu nem participou de amistosos durante a preparação.  O elenco treina sob supervisão do técnico, que comanda 28 jogadores.

Elenco:

Goleiros: Dias, Linniker (base) e Léo Murici;

Zagueiros
: Sinval, Edson Veneno (ex-ASA) e Cláudio;

Laterais
: Paulo Sérgio, Talisson e Rildo;

Volantes
: Rambo, João Paulo, Gueba, Savio (base) e Sorin;

Meias
: Eduardo Amparo, Tarcísio, Patrick, Bruno, Riquinho e Júnior Murici;

Atacantes
: Alexsandro, Alexandre, Deizinho, Fred, Willames (base), Rivaldo (base) e Gerson (base).

Miguelense

Depois de 16 anos longe da primeiro divisão, o Miguelense volta com o objetivo de se manter para o próximo ano.

Parado desde 2001 devido a problemas financeiros, o Miguelense está de volta a elite do futebol alagoano. Ano passado, na segundona do estadual, equipe comandada pelo técnico Rommel Vieira fez um jogo sofrido contra o Santa Cruz,  mas conquistou o vice-campeonato e a vaga para voltar a jogar à elite do torneio.

A pré-temporada do Miguelense foi movimentada. A equipe fez três amistosos: dois contra o Itabaiana-SE – o primeiro terminou empatado por 2 a 2, e, no segundo, a equipe alagoana foi derrotada por 5 a 0, o que resultou na demissão do técnico Ewerton Câmara. Contra uma seleção de Boca da Mata, o time venceu e apresentou o técnico Rommel.

Nesse último jogo, o treinador do Miguelense esboçou o time com: Anderson; Allef, Cleyton, Cosmo e Índio; Jonilson, Luan Braz, Dwann e Shalon; Cassio e Balotelli.

Elenco:

Goleiros – Anderson (ex-Icasa), Raul (base) e Ricardo;

Zagueiros – 
Cosmo (ex-Estanciano), Anderson Bahiano, Luan Brisa e Cleyton (ex-Santa Rita);

Laterais – Allef Freitas (ex-Figueirense), Janiel (Base), Joel (ex-Dínamo Miguelense), Índio (ex-Corinthians-AL), Lúcio (ex-Penedense) e Alisson (base do Coruripe);

Volantes –
Jonilson (ex-Botafogo), Luan Braz (ex-Doze/ES), Beron (base), João Luiz (base);

Meias –
Dwann (ex-Atlético-MG), PH (ex-Murici), Nicácio, Doguinha (Base), Alan Leal (ex-Icasa), Lucas Shalon (base) e Lucas Cavalcante (ex-Monte Cristo);

Atacantes –
Cassio (ex-CSA, Sete de Setembro), Marcelo (Base), Jandyr Balotelli (ex-Estânciano), Jefferson (ex-Deportivo Aliança, Ipanema e São Domingos), Caio (ex-FF Igaci) e Bekinha (Base).

Santa Rita

 O time de Boca da Mata aposta na permanência da base de 2016 para esta competição. Alguns atletas experientes foram contratados para o grupo comandado pelo técnico Eduardo Neto.

Santa Rita conseguiu manter a base do ano passado.

Com passagem pelo ASA, o zagueiro André Nunes e o meia Jean chegam para fortalecer o grupo, que tenta o primeiro título do Campeonato Alagoano. Outro reforço para 2017 é o experiente Selmo Lima.

A pré-temporada do Santa Rita começou no dia 2 de janeiro e a equipe não disputou nenhum amistoso durante a fase de preparação

Elenco:

Goleiros: João Paulo (ex-CSA), Davi (ex-Internacional-AL);

Zagueiros: Cleidson (ex-CSA), Xandy (ex-Cruzeiro) e André Nunes (ex-ASA);

Laterais-direito:
Albert (ex-Alecrim-RN) e Léo Brum;

Laterais-esquerdo:
Andrey (ex-Penedense) e Nilton (ex-Sete de Setembro);

Volantes
: Daniel Alves (ex-Juazeirense-BA), Caio Breno (ex-Vitória da Conquista-BA), Anderson Melo (ex-Cajazeiras-BA) e Queiroz (ex-Sete de Setembro);

Meias
: Manoel Lucas (ex-CSA), Bernardo (ex-São Cristovão-RJ), Edjaílson (ex-ASA), Rodrigo (ex-Rosário Central-SE), Tiago Índio (ex-Patinga-PE) e Jean (ex-Penedense);

Atacantes
: Jonathan, Fabinho (ex-Rosario Central-SE), Marcos Bala (ex-Penedense), Rafael Castro (ex-Duque de Caxias-RJ), Maikon Aquino (ex-Linense-SP) e Augusto (ex-Fortaleza).

Sete de Setembro

Em 2016 o time Canarinho conseguiu seu objetivo: se manter na elite do futebol alagoano. Agora, a meta é melhorar a campanha comparada com a do ano passado ou até manter a média. Apesar de ter jogado o quadrangular da permanência, e equipe terminou em quarto lugar na classificação geral.

Time Canarinho tem como meta se manter outro ano na elite do futebol alagoano.

Para comandar a equipe, a diretoria trouxe o técnico Erivaldo Oliveira, uma aposta. Como base do time, jogadores experientes como os zagueiros Nado, campeão alagoano com o Murici em 2010, e Chalalau, acostumado a disputar o Alagoano, servem como sustentação do elenco.

Sem estádio apto para iniciar a disputa do Campeonato Alagoano, o Sete deve sediar as partidas como mandante no Estádio Olival Elias de Morais, em Boca da Mata. Na fase de preparação, a equipe disputou apenas um jogo-treino, contra o CRB, no Ninho do Galo, e perdeu por 3 a 2.

Elenco:

Goleiro: Gustavo Pereira;

Laterais: Alisson Douglas, Diogo e Leandro;

Zagueiros
: Nilson, Nado, Chalalau, Marcondes, Ivan e Casinha;

Volantes
: Rivaldo, Fernando Pilar, Gutemberg, Adriano Silva e Cristiano Fontes;

Meias
: Eliel Rodrigues, Cristiano Ferreira, Everton Bala, Edil, Paulinho, Erick Silva e Iuri;

Atacantes
: Wallace Vitório, Marco Antônio, Tom, Lucácio, Ronaldo Frazão e Jackson Bernardo.

Deixe o seu comentário