17 de abril de 2017 • 5:43 pm

Cotidiano

Coren fiscaliza atividade de enfermeiro em jogos do Rei Pelé

Atuação do enfermeiro em praças esportivas é exigência do estatuto do torcedor

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Coren – AL  ( Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas) voltou a fiscalizar jogos de futebol no Estádio Rei Pelé, para cobrar a presença do enfermeiro nas equipes de saúde dos eventos esportivos.

Coren faz fiscalização no Rei Pelé

A presença do enfermeiro é uma exigência do Estatuto do Torcedor. A fiscalização, para o Coren, se faz necessária, para que as entidades envolvidas na promoção de cada jogo não venham negligenciar no que determina a lei.

Nos últimos jogos do campeonato alagoano, o Coren constatou que a lei está sendo cumprida mas destaca que não se pode abrir mão da fiscalização contunuada.

Passado – Em outubro do ano passado, a fiscalização do Coren-AL esteve no estádio Rei Pelé para fiscalizar o dimensionamento de enfermagem durante o jogo que aconteceu no dia 04/10/2016. Na época, foi constatado que a equipe de saúde era composta apenas por uma médica e uma técnica em enfermagem, estando assim o evento em descumprimento da determinação legal.  Já na última quarta-feira, dia 12 de abril de 2017, a fiscalização constatou que havia dois enfermeiros-padrão trabalhando no evento, como preconiza o artigo 16 da Lei nº 10.671, de 15 de Maio de 2003, que estabelece : “É dever da entidade responsável pela organização da competição:  (…) disponibilizar um médico e dois enfermeiros-padrão para cada dez mil torcedores presentes à partida (…)”.

Essa adequação ocorreu após notificação do Conselho de Enfermagem à Federação Alagoana de Futebol, que respondeu ao Coren-AL que os times responsáveis pela organização do evento  já haviam sido avisados por meio de oficio circular sobre as adequações necessárias na equipe de saúde. Junto com isso, a Federação Alagoano de Futebol também informou que será incluída no regulamento do Campeonato Alagoano de 2018 a necessidade do cumprimento do dimensionamento de enfermagem segundo preconiza a lei.

Ciente de que a ausência dos enfermeiros pode prejudicar a qualidade da assistência ao torcedor o  Coren-AL considera essa adequação como uma ação positiva,  que foi plenamente atendida e continuará fiscalizando o cumprimento do dimensionamento de Enfermagem nas demais partidas em 2017.

Deixe o seu comentário