27 de outubro de 2015 • 8:16 pm

Justiça

Corregedora pede abertura de processo e afastamento do presidente do TJAL

Nova sessão do CNJ para definir o caso só em 10 de novembro

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Corregedora do CNJ, ministra Nancy Andrighi propõs investigação no Judiciário alagoano. Foto: Divulgação

Corregedora do CNJ, ministra Nancy Andrighi propõs investigação no Judiciário alagoano. Foto: Divulgação

A corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, propôs nesta terça-feira (27/10), durante a 219ª Sessão Ordinária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a abertura de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) e o afastamento, até o final das apurações, do desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas, atual presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL). O magistrado é suspeito de envolvimento num suposto cartel da merenda escolar nos estados de Alagoas, do Rio Grande do Sul e de São Paulo.

A Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) já vinha apurando a conduta de Damasceno Freitas por meio de Sindicância desde 2013. Logo após a ministra Nancy Andrighi anunciar sua decisão, o julgamento foi suspenso. A próxima sessão do CNJ está marcada para o dia 10 de novembro.

Agência CNJ de Notícias

Deixe o seu comentário