27 de Abril de 2015 • 6:45 am

Brasil

CPI da Petrobras vai convocar aliado de Renan Calheiros para depor

Convocação de Sérgio Machado, ex-presidente da Braspetro, é um ingrediente a mais da briga do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, com o presidente do Senado, ambos do PMDB

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Brasil – O ex-presidente da Transpetro Sérgio Machadodo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) pode ser convocado esta semana para depor na CPI da Petrobras. A convocação oi proposta pelo deputado federal Hugo Mota (PMDB-PB), que é presidente da CPI e aliado de primeira hora do deputado e presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), hoje um desafeto de Calheiros.

A convocação de Machado também conta com o apoio da bancada de oposição. O problema é que essa articulação pode estremecer ainda mais as relações de Calheiros e Cunha, que estão em rota de colisão há 15 dias.

Cunha e Mota usam como argumento para a convocação de Machado o fato de em depoimento na Lava Jato, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa ter dito que Renan recebia propina de empresas contratadas pela Transpetro, através de Machado, que teria entregue a ele R$ 500 mil. Como Eduardo Cunha tem também seu gigantesco rabo de palha e está igualmente sendo investigado na Lava Jato, essa é uma história que não acaba em um único depoimento.

A briga de Eduardo Cunha e Renan Calheiros se acirrou após a votação do projeto da terceirização. O senador é contra  e se propôs a engavetar a matéria no Senado. Assim, Cunha também ameaçou travar outras matérias de interesse de Renan na Câmara dos Deputados.

Deixe o seu comentário