2 de março de 2016 • 10:18 pm

Esportes » Política

CRB foi melhor todo o tempo mas perdeu para o juiz e a estratégia errada

América vence com gol de pênalti duvidoso marcado por um juiz caseiro

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Se a torcida regatiana estiver chatiada com o jogo do CRB nesta quarta-feira, 02, contra o América de Natal, na capital portiguar, tem toda razão no sentimento. O América é um time medíocre e o CRB foi melhor na primeira etapa e muito melhor na segunda quando dominou o jogo.

América: não jogou nada, mas ganhou.

América: não jogou nada, mas ganhou.

O galo perdeu para o América por duas razões. Primeiro graças a um juiz caseiro que ajudou o time de natal. E segundo por erro de estratégia do técnico regatiano. Ora, o CRB foi para o jogo sem nenhum meia de armação e muito menos um carregador de bola. Somália, adiantado, parecia uma barata tonta, tanto é que não voltou para o segundo tempo, quando o jogo estava 1 a zero para o adversário.

A mediocridade do América foi vista desde o jogo do Trapichão e foi confirmada com a partida desta noite. Inconcebível o CRB jogar com 4 volantes. Durante o primeiro tempo não chegou uma bola com qualidade para os atacantes.

A única coisa que o América fez durante toda a partida foi o gol em um pênalti discutível ou até mesmo arranjado pelo juiz, que não usou o mesmo critério quando Somália foi empurrado dentro da área americana, após receber um passe de Neto Baiano.

Em suma: o técnico expulso por perder as estribeiras desnecessariamente, também contribuiu para que o time se desestabilizasse no fim do segundo tempo. Em seguida o galo perde o melhor do seu time, Olívio, em um lance que não era para expulsão.

Resultado: América 1, CRB zero. Com todo respeito. o CRB foi melhor mesmo com menos, mas a derrota deve ser atribuída a duas pessoas: o juiz caseiro e o treinador Mazola Jr.

 

Deixe o seu comentário