2 de março de 2017 • 10:37 pm

Esportes

CSA perde para o Itabaiana e classificação no Nordestão fica difícil

Mais lanterna do que nunca, time azulino voltou a pecar nas finalizações. A torcida externou sua insatisfação com a permanência do técnico Oliveira Canindé e alguns atletas

Por: Vinicius Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O time é praticamente o mesmo do acesso para a concorrida Série C de 2016, mas o futebol não. Nesta noite de quinta-feira, dia 2, em Sergipe, o CSA ensaiou uma das suas piores campanhas na Copa do Nordeste. A equipe Maruja decepcionou e perdeu por 2 a 1 para o Itabaiana no Estádio Etelvino Mendonça. Agora a situação complicou e só uma combinação de resultados pode devolver a esperança aos torcedores azulinos.

Revoltados com outro péssimo resultado, os torcedores azulinos externaram sua insatisfação com a forma que o técnico Canindé vem montando o time e o comportamento de alguns atletas dentro de campo. É inegável o desejo de muitos pela demissão do comandante que deu o acesso ao clube para a Série C.

Entre os mais hostilizados, via internet, além de Canindé pela falta de estrutura tática, estão a dupla de zaga, Leandro Souza e Douglas, os meias Panda, Cleyton e o lateral Denílson.

O jogo

Sem objetividade em suas investidas ao ataque, o time alagoano teve oportunidades de gol com Luis Soares, Cleyton e Daniel Costa. No entanto, os donos da casa atacavam com mais perigo. O gol saiu aos 48 minutos da primeira etapa. Paulinho Macaíba cruzou da direita e Diego Neves cabeceou da pequena área com força abrindo placar.

O segundo tempo começou com o CSA melhor. Foi mais da metade do segundo tempo atacando. Só que a bola só foi entrar aos 25 minutos, quando Soares bateu, o goleiro do Itabaiana fez a defesa parcial e Jacó serviu a Everton Heleno, que em ótima fase, fez mais um gol. O meia é o artilheiro do time na temporada com 11 gols.

O golpe fatal – O empate azulino acordou o Itabaiana. O time mudou tanto de postura que conseguiu expulsar, aos 39 minutos, o zagueiro e capitão Leandro Souza, por ter cometido duas faltas no mesmo lance. Aos 45 minutos, Diego Neves acertou uma bela cabeçada e Jefferson pegou mostrando ótimo reflexo. Dois minutos depois, o mesmo Diego roubou a bola e acionou Geovane, que ganhou na corrida da defesa e encobriu o goleiro Jeferson: 2 x 1.

Com o resultado, vencer o CRB, seu maior rival, na 5ª rodada (dia 12, às 19h) é, ao mesmo tempo, obrigação e questão de honra para os torcedores. Isso se quiser ver a luz no fim do túnel. Já o vice-líder, com 7 pontos, Itabaiana recebe no mesmo dia o ABC, às 16h, outra vez no Etelvino Mendonça.

Deixe o seu comentário